Domingo, 3 de Maio de 2009

Até que ponto o coração é capaz de atrair os mil pedaços em que ficou partido e voltar a formar-se num só?

 

Eu não acreditava na "cura do tempo" e continuo a não acreditar.

O tempo não cura! O muito que pode fazer é atenuar...

 

O que curará, então?

A força de vontade? Não creio! Como disse o poeta "o coração tem razões que a própria razão desconhece"!

 

Talvez a ajuda de uma terceira pessoa seja crucial...

... Mas...

... Não haverá sempre uma sombra que faça com que as memórias do passado sejam uma constante do presente?

 

O tempo, a força de vontade, a (possível) existência de uma outra pessoa e... Falta qualquer coisa!

 

Aceitação?

 

Não faz parte da minha natureza esquecer o que ficou para trás nem tão pouco atirar culpas solitárias como se eu fosse 100% inocente.

Não sou capaz de virar a cara e fazer de conta que não conheço.

Por isso, não serei eu, como me conheço, se não desse por mim a pensar no que passou.

 

O tempo que lá vai!

O desejo de me libertar!

Aquele "little angel" que desceu dos céus!

Nunca entendi o "porquê"... Mas sei agora que já aceitei.

 

Eh Eh (Nothing Else I Can Say) - Lady GaGa

Boy, we've had a real' good time
And I wish you the best on your way
Eh eh
I didn't mean to hurt you
I never thought we'd fall out of place
Eh eh, Eh eh

I have something that i love long-long
But my friends keeping telling me that something's wrong
Then I met someone

And babe, there's nothing else I can say
Eh eh, eh eh
There's nothing else I can say
Eh eh, eh eh
I wish you'd never looked at me that way
Eh eh, eh eh
There's nothing else I can say
Eh eh, eh eh

Not that I don't care about you
Just that things got so complicated
Eh eh
I met somebody cute and finally got each other
And that's funny
Eh eh, hey ey

I have something that i love long-long
But my friends keeping telling me that something's wrong
Then I met someone

And babe, there's nothing else I can say
Eh eh, eh eh
There's nothing else I can say
Eh eh, eh eh
I wish you'd never looked at me that way
Eh eh, eh eh
There's nothing else I can say
Eh eh, eh eh

(Eh eh, eh eh, eh eh...)

I have something that i love long-long
But my friends keeping telling me that something's wrong
Then I met someone

And babe, there's nothing else I can say
Eh eh, eh eh
Eh eh, eh eh
There's nothing else I can say
Eh eh, eh eh
I wish you'd never looked at me that way
Eh eh, eh eh

There's nothing else I can say
Eh eh, eh eh
I wish you'd never looked at me that way
Eh eh, eh eh
There's nothing else I can say
Eh eh, eh eh

(Cherry cherry, boom boom)

Eh eh, eh, eh
Oh yeah

All I can say is eh eh


música eh eh (nothing else i can say) - lady gaga

publicado por mafalda às 10:32 | link do post | comentar

38 comentários:
De Lara a 3 de Maio de 2009 às 17:38
oh minha querida...eu penso tanto como tu*

beijinho enorme


De mafalda a 7 de Maio de 2009 às 10:57
é tão bom saber que há quem partilhe a minha opinião!
beijinhos, linda.


De jabeiteslp a 3 de Maio de 2009 às 21:21
e mais um
que por solução e coisas do coração
do tema às substancias medicadas
resultou e renasceu das cinzas mais complicadas...

acredita

a melhor das semanas


De mafalda a 7 de Maio de 2009 às 10:58
:)
"renasceu das cinzas mais complicadas", não diria melhor!
belo comentário... como sempre!
beijinhos.


De Inês ;) a 4 de Maio de 2009 às 10:50
Hum.. Tocas-te numa coisa... Vah dificil!
Acho que a vontade humana não tem limites!
Mas, o amor também não! E nem a vontade consegue "arranca-lo" todo e permanentemente!
Sombras ficam sempre, mas apesar de eu achar que o amor não se esquece, também acho que a seguir volta-se a amar, mas de forma diferente!
(confuso?!? lol eh pah não sou boa a explicar nada...) lol

E agora vou calar-me para não me chamares tagarela! :P

Beijocas e boa semana para ti!


De mafalda a 7 de Maio de 2009 às 11:00
:) não está confuso nem tão pouco és tagarela ;)
basicamente, para ultrapassar um amor (ou a dor de um amor) é preciso reunir um conjunto de factores e, mesmo sendo assim, é preciso "trabalhar" muito...
e, tal como dizes, o amor não se esquece, apenas fica... escondido! ;)
beijocas grandes.


De Bichana a 4 de Maio de 2009 às 11:15
Lady Gaga por aqui??
Ai Mafaldinha, não sei de cura para nada... neste momento precisava mesmo era de uma para a minha alergia que ontem atacou-me com a força toda!!!
Bjnhos


De mafalda a 7 de Maio de 2009 às 11:02
eu diria mesmo lady gaga por todo o lado ;)
um pequeno aparte: e a confusão gerou-se! eheheh
estás melhor da alergia? ;)
beijinhos.


De pingodemel a 4 de Maio de 2009 às 11:35
:)

... se o tempo cura eu não sei miguinha... mas sei que com o tempo muita coisa muda ou muita coisa se transforma :)

beijocas


De mafalda a 7 de Maio de 2009 às 11:02
sou da mesma opinião, miguinha!
o tempo ajuda a aliviar...
para haver uma cura é preciso muito mais do que o tempo!
beijinhos.


De Ninita a 4 de Maio de 2009 às 12:26
"Só nos curamos de um sofrimento depois de o haver suportado até ao fim." (Marcel Proust)

beijinhos e boa semana


De mafalda a 7 de Maio de 2009 às 11:03
linda frase, minha querida.
bastante inspiradora!
beijinhos.


De Érre ♥ a 4 de Maio de 2009 às 18:44
Mafalda ^^
Como tas ?
tenho saudades tuas :'(
Olha tenho um mimo para ti no meu blog ^^
Beizinho@


De mafalda a 7 de Maio de 2009 às 11:04
olá, linda!
está tudo bem! e contigo?
já vi o mimo! obrigada ;) foste uma querida por te lembrares de mim.
beijocas.


De Sorriso a 4 de Maio de 2009 às 18:46
Olá :)
Eu penso exactamente como tu. O tempo pode não curar, mas atenuar, atenua de certeza. Porque esquecer completamente, acho que nunca esquecemos. Lembramo-nos com menos dor, quiçá com um sorriso. Lembramo-nos do que aprendemos. E é isto que fica: a lição. ;)
Adorei o post!

Beijinhos


De mafalda a 7 de Maio de 2009 às 11:09
:) obrigada!
os teus comentários provocam-me sempre um sorriso!
"e é isto que fica: a lição" :)
eu também penso assim! aprendemos sempre qualquer coisita que nos ajuda a evoluir.
beijinhos.


De cena roxa a 4 de Maio de 2009 às 22:21
oh este post! sabes, ja estou farta que me digam que o tempo cura tudo. eu sei que nao é verdade porque ja se passaram três anos e estavam todos errados. a aceitação e depois o surgimento da 3ª pessoa, que acabou por estragar tudo. cada vez mais me convenço que o problema é meu... mas nao sei se estou disposta a desistir ;D

a ultima vez que estive no atlantico foi em Dezembro mas isso nao conta porque nao foi nenhum concerto. eu adoro aquele lugar! ja la tiveram tantos artistas *-* ora aí esta, os bilhetes deviam ser vermelhos em vez de azuis xD nao, nao vou falar em slb, nao hoje xD

eu adorooo o Depp! esta no topo mesmo. a minha prestaçao favorita dele é nos Piratas das Caraíbas. está cómico o homem x) ele e o Damon são os maiores

ixx eu acabei de ver o episodio 20 da 4ª temporada de "Supernatural" e está soberbo! quer me parecer que o 21 vai ser ainda melhor

tens razao, ainda bem que tenho a Lil, ela é uma ajuda imensa...

Beijinho


De mafalda a 7 de Maio de 2009 às 11:39
olá!

pois, o tempo não cura e eu também ainda não percebi porque raio toda a gente diz que sim, que o tempo cura tudo! é preciso um conjunto de factores para podermos ultrapassar a dor, o desgosto, e, mesmo assim, nunca há uma cura definitiva mas sim um outro modo (um modo mais... suave) de olhara para trás e ver o que se passou com outros olhos.
tu não és o problema! não penses nisso assim! apenas tens uma maneira diferente de lidar com os sentimentos.
um dia destes, acredita, darás por ti a rir do passado.

lol
os bilhetes deveriam ser vermelhos, sim! mas também não falo no slb porque não me apetece nada ter pesadelos logo à noite :(
o atlântico é um lugar mágico e místico! só de pensar nas pessoas que já lá estiveram a actuar, apetece-me fazer as trouxas e ir morar para a porta (ou, melhor, uma das portas) ;)

eu já devo ter visto 98% dos filmes do Depp e, muito sinceramente, não sou capaz de escolher uma única personagem como sendo a minha preferida mas também adoro vê-lo nos "piratas das caraíbas"; acho até que ele merecia o óscar de melhor actor! não vejo outra pessoa a desempenhar aquele papel como ele! aliás, quase que dá para esquecer que quem lá está é o Depp, tal é o seu empenho em ser o Jack Sparrow.

quando ao Damon, há um filme acima de todos os outros: "Dogma"! é dos meus filmes preferidos.
ele e o Ben Affleck fazem uma daquelas duplas fantásticas, não só nesse filme como também em todos os projectos que criam.

pois, na segunda-feira vi o terceiro episódio de "supernatural" :( ando a ver no axn (ou na fox, já não sei)... vejo apenas um episódio por semana.

acho bem que a Lil continue a estar lá para ti... ou então tem que se ver comigo! eheheh

beijocas.


De Lara a 4 de Maio de 2009 às 22:40
gost d ti* =)


De mafalda a 7 de Maio de 2009 às 11:40
ooohhh! tão querida!
também gosto de ti... assim para o muito :)
beijinhos.


Comentar post

mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

ao rapaz com olhos cor de...

saudades

revolta.............

o amor

isto da angelina jolie...

repete lá isso, faxa vor!...

vamos ao circo...

não há quem (n)os entenda

hoje é assim....

e já passou um ano...

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
visitas
free hit counter
blogs SAPO
subscrever feeds