Quinta-feira, 17.12.09

informações sobre este post

 

A minha princesa está bem, está esperta e muito activa mas ninguém lhe tira as dores quando faz o curativo.

Embora ela se aguente bem durante o dia (e noite) o que ela chora no hospital já dá para todas as horas em que não chora.

Na segunda-feira rasparam-lhe a pele queimada para que uma nova pele possa nascer. Ainda sinto um nó no coração quando me recordo da cara de sofrimento dela depois deste "procedimento".

A mãozinha direita já anda sem ligadura, o que dá para ver quão grande é a queimadura.

As perninhas sofreram queimaduras de 3º grau e ontem as senhoras donas enfermeiras deixaram ficar a tampa da pomada entre a ligadura e o corpo! A minha menina queixava-se que doía mas, obviamente, pensávamos que eram as dores normais, só quando ela foi à casa-de-banho é que a dita tampa caiu ao chão. Parece-me impossível...

Há uma ou outra queimadura nas costas, no cotovelo, na barriga das pernas e no tornozelo; esta última faz com que ela só consiga calçar chinelos ou pantufas.

Continuo a dar graças por não lhe ter apanhado a cara/cabeça.

 

Muito obrigada a todos que deixaram palavrinhas de apoio!

 

Ps. Amanhã vou comprar o livro do Luís. Tenho de expressar isto no blog que é para não adiar mais! Assim não posso fugir... De amanhã não passa! ;) "Para ti" será, finalmente, para mim :)



publicado por mafalda às 22:35 | link do post | comentar | ver comentários (39)

Sábado, 12.12.09

O dia correu bem, correu magnificamente bem.

Ri...

Chorei a rir...

Voltei a rir...

O dia correu mesmo bem.

 

... Até que...

 

Cheguei a casa, esperei pelas 21 horas para fazer o diário telefonema para a minha irmã e ela não atendeu.

Não me preocupei muito pois não é nada que não seja habitual, ou porque não ouve o telefone, ou porque está ao telefone com outra pessoa, etc.

Durante vinte e cinco minutos tentei ligar-lhe para o telefone fixo... E nada!

Mandei-lhe uma mensagem para o telemóvel... E nada!

Dois ou três minutos depois, o telefone toca, eu atendo e a minha diz-me que está a chegar das urgências...

 

- Uma frigideira de óleo a ferver caiu em cima da Filipa.

 

Eu fiquei calada, a tentar decifrar o que tinha acabado de ouvir.

A menina dos meus olhos (que mencionei nestes posts e aqui) e óleo a ferver são coisas que não combinam!

 

Lembro-me de ter respirado fundo e de perguntar o que é que lhe tinham feito, se lhe tinham colocado ligaduras (que coisa mais parva de se perguntar) e, enquanto a minha irmã tentava explicar os locais dos ferimentos, eu disse "vou já para aí" e desliguei.

 

Não quis saber da roupa que tinha vestida (o pijama), não quis saber do calçado que levava (chinelos de quarto), não quis saber de ter acabado de tomar banho e de estar como cabelo a pingar... Peguei nas chaves e lá fui eu.

A viagem, de cinco minutos (talvez menos) pareceu-me interminável.

 

Quando cheguei ao destino, quando toquei à campainha, quando me abriram a porta, só consegui correr para a sala e abraçar a minha menina.

A criança, sempre tão querida, só dizia "Não te preocupes, eu estou bem. Não chores que eu fico triste".

 

Como aconteceu:

Ela sentou-se no chão da cozinha para calçar umas pantufas, a frigideira escorregou do fogão, sem ninguém lhe tocar, e o óleo virou no chão até chegar-lhe ao corpo.

Felizmente, muito felizmente, não lhe caiu directamente no corpo, o que eliminou um cenário bem pior.

Ambas as coxas ficaram queimadas e a mão direita (que estava pousada no chão) também ficou queimada.

 

Agora ela porta-se como um adulto e é ela quem nos reconforta e diz que vai passar, que foi um acidente e que está melhor.

 

Se Deus existe, estava a olhar por ela!

 



publicado por mafalda às 22:15 | link do post | comentar | ver comentários (32)

Segunda-feira, 31.08.09

A minha sobrinha passou este fim-de-semana em minha casa; era suposto ficar de sábado para domingo mas decide (sim, é ela quem decide) sempre, à última da hora, que quer passar mais uma noite (e o respectivo dia seguinte), portanto, acabou por chegar no sábado e ir embora hoje de manhã. Não sei se "passar" e "chegar" são os verbos correctos pois dão a sensação de que a distância entre nós é considerável, o que é uma ideia falsa pois estamos separadas por apenas 3 km.

 

Adiante...

 

Como estava a dizer, ela passou cá o fim-de-semana.

 

Sábado era um dia/noite especial... Depois do filme "Os Jacksons", na sic, e do concerto em Bucareste, na rtp1, ela adormeceu, na minha cama.

 

Domingo foi um bocado mais difícil... Dormiu pouco durante a noite e não fez a sua sesta, como é costume, durante a tarde; então, às 20h já era notável algum sono nos seus olhos.  Acabou por adormecer no sofá, enquando via os Simpsons e eu, armada em espertalhona, deixei que pegasse bem no sono antes de levá-la para a cama.

Acontece que acordou às 22h30 com um estridente "não quero estar aqui!".

Levei-a para o sofá onde esteve não mais do que 15 minutos a ver o TGV (ou qual quer que seja o nome daquele programa que faz lembrar os Jogos Sem Fronteiras) antes de se lembrar de ver videos na net.

Depois dos videos, quis ir para a cama ver tv.

Acabou por adormecer às 2h da manhã e... acordou às 6h30!

Voltou a adormecer por volta das 7h e voltou a acordar às 9h30 com (mais um) estridente "quero leite!".

Tudo isto, na minha cama.

 

É! Não tenho tido noites fáceis, não! :)

 



publicado por mafalda às 13:38 | link do post | comentar | ver comentários (61)

Quinta-feira, 16.07.09

Numa ida às compras com o meu sobrinho de 8 anos e com a sua irmã e, obviamente, minha sobrinha, de 4 anos:

 

Eu: Tenho de levar sabonetes.

A miúda: Leva estes que são cor-de-rosa.

O miúdo: Oh F., também só queres coisas que sejam cor-de rosa.

(a minha sobrinha é daquelas miúdas que só vêm o rosa à frente)

Eu: Não, não pode ser desses.

A miúda: Porquê?

Eu: Porque quero levar uns próprios para hidratar mais a pele.

A miúda: Para quê?!

Eu: Olha, para a pele não ficar seca.

A miúda: Então, toma banho mais vezes.

(longo momento de silêncio)

Eu: Bem, isto aqui são anti-rugas. Oh R., eu não tenho rugas, pois não?

O miúdo (depois de olhar atentamente para a minha cara): Não!

Eu: Eu sei! Estava a brincar.

O miúdo: Mas, espera! Isto aqui é uma borbulha, não é?

 

Muito, muito, muito obrigada a todas as pessoas que nos passados dias 13/14 deixaram comentários, mandaram mails e mencionaram-me nos respectivos blogs.

Foi o melhor presente de todos!



publicado por mafalda às 13:32 | link do post | comentar | ver comentários (12)

Segunda-feira, 10.11.08

A minha sobrinha de quatro anos (aquela do "porco montado"), tendo a tia que tem, está dentro do panorama musical e do mundo do futebol.

Recentemente, depois de eu ter visto uma reportagem sobre os Europe Music Award's e antes de ela dormitar a sua sesta, tive a seguinte conversa com ela:

 

- Sabes quem é que eu vi nas notícias?

- O Di Maria (jogador de futebol do Benfica)?

- Não! O Bill (vocalista dos Tokio Hotel e que, segundo ela, é o seu namorado).

- O Bill nas notícias? A sério? O que é que ele estava lá a fazer?

- Foi receber um prémio.

- Ele jogou (futebol)?

- Não, filhinha. É um prémio da música. O Jared Leto também estava lá.

- O Jared Leto?!

- Sim.

- Como é que ele estava?

- Estava giro... Tinha uma camisola com o Barack Obama.

- E esse joga no Benfica?

- Quem, o Barack Obama?

- Sim.

- Não! É o presidente.

- Do Benfica, do Porto ou do Sporting?

- Da América!

- A América é do Benfica?

- Não! A América é um país assim como Portugal só que é muuuuuiiiito maior.

- Como? Do céu até à terra?

- Sim, do céu até à terra... Agora dorme.

 



publicado por mafalda às 10:48 | link do post | comentar | ver comentários (12)

Sexta-feira, 03.10.08

É hábito cá em casa irmos dar uma volta ao centro comercial ao sábado de manhã e, obrigatoriamente, essa "volta" passa pelo hipermercado.

No dito hipermercado (quem é da zona de São João da Madeira ou arredores sabe do que escrevo) há uma zona de "take-away", ou seja, chegámos lá, dizemos à senhora o que pretendemos e levamos para casa pronto a comer.

Acontece que uma das coisas que nunca lá falha é o leitão cortado em pedaços e eu, para simplificar, digo à minha sobrinha de quatro anos que aquilo é um porco pequenino.

Ao princípio ela estava um bocadinho chocada... Não por ver carne em pedaços mas sim por ver a cabeça do leitão... Mas lá se habitou!

Um dia (não há muito tempo) calhou passarmos por essa zona e, em vez dos pedaços de carne, o leitão estava inteiro; foi então que a miúda ficou com um sorriso de orelha a orelha e, contente, gritou:

- Olha ali um porco montado!



publicado por mafalda às 13:28 | link do post | comentar | ver comentários (10)

mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

ponto da situação

friday, bloody friday

agora estou aqui tal e qu...

para a próxima ficam em c...

quem sai aos seus...

inocência!

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
visitas
free hit counter
blogs SAPO
subscrever feeds