Terça-feira, 05.08.08

(imagem retirada da internet)

 

Olho para o vazio e percebo que nada mais há a fazer...

Olhar para trás não tráz o passado de volta...

O melhor será ir em frente... Nem que seja a caminho do abismo.

 

No céu as nuvens estão altas e em mim o coração palpita.

Será que estás perto ou é apenas truque da consciência?

 

Continuo a sentir-te.

 

Dentro de mim não há muito por onde fugir...

Construí paredes de aço em teu redor e prendi-te a memórias que não largo.

 

Mas agora sei olhar para mim e ver que não tenho sido eu...

A minha vida ficou ao encargo de alguém que não conheço...

Fui negligente tempo demais... Agora quero cuidar do pouco que resta.

 

No céu as nuvens passam a estrelas e em mim fica a incerteza.

Será que pensas em mim ou esse é apenas o desejo que ainda tenho?

 

Continuo a ver-te.

 

Algo mudou dentro de mim e eu sinto-me mais forte...

Vou constriur as paredes de aço que me pretegem das recordações que não largo. 

 

 

Song To Say Goobye - Placebo

You are one of God's mistakes.
You crying, tragic waste of skin.
I'm well aware of how it aches,
And you still won't let me in.
Now I'm breaking down your door,
To try and save your swollen face.
No, I don't like you anymore
You lying, trying waste of space.

My oh my.
A song to say goodbye,
A song to say goodbye,
A song to say...
Before our innocence was lost
You were always one of those
Blessed with lucky 7s,
And a voice that made me cry.
My oh my...

You are mother nature's son.
Someone to whom my could relate.
Your needle and your damage done,
Remains a sorbid twist of fate.
Now I'm trying to wake you up,
To pull you from the liquid sky.
Cause if I don't we'll both end up
With just your song to say goodbye.

My oh my.
A song to say goodbye,
A song to say goodbye,
A song to say...
Before our innocence was lost
You were always one of those
Blessed with lucky 7s,
And a voice that made me cry.

It's a song to say goodbye...

 


música song to say goodbye - placebo

publicado por mafalda às 13:41 | link do post | comentar | ver comentários (10)

Terça-feira, 11.03.08

Lavo a minha cara com as lágrimas que choro num sem fim de desgostos. Já não conheço aqueles olhos que me miram do outro lado do espelho. Tento aplicar uma rotina aos meus dias obscuros na esperança de me habituar ao sofrimento que comigo deixaste ficar.

O corredor que percorro é pequeno demais para tanta dor.

Estes fantasmas nunca me abandonaram e hoje dançam à minha volta num ritual assassino.

Acordei e adormeci contigo no pensamento mas quando abro os olhos vejo-me sozinha num carrossel de desilusões .

Quis agarrar-te mas a porta fechou-se... Não mais a soube abrir.

A água que me entra nos pulmões é gelada e cortante, estou-me a afogar numa onda de loucura e esta tempestade de sentimentos só faz com que eu me afogue ainda mais. Tento passar os dias de maneira igual na esperança de me habituar à tua ausência que me assombra.

O quarto onde repouso tem o teu nome escrito nas paredes.

Estes anjos que descem à Terra nunca olharam por mim mas hoje dão as mãos numa dança frenética.

Vivi e morri contigo no pensamento mas agora ando a vaguear pelo mundo sem abrigo.

Quis salvar-me mas fechaste a porta... Perdeste a chave.

Agora espero. Ouço o que o silêncio me diz.

Resta-me esperar...

Sento-me no centro de um círculo imaginário e deixo-me levar pelas visões de anjos e fantasmas que um dia lutarão pela minha alma num ritual de rendição.

 

 

A Song To Say Goodbye - Placebo

You are one of Gods mistakes

You crying , tragic waste of skin

I'm well aware of how it aches

And you still won't let me in

Now I'm breaking down your door

To try and save your swollen face

Though I don't like you anymore

You lying , trying waste of space

Before our innocence was lost

You were always one of those

Blessed with lucky sevens

And a voice that made me cry

My oh my

You were Mother Nature's son

Someone to whom I could relate

Your needle and your damage done

Remains a sordid twist of fate

Now I'm trying to wake you up

To pull you from the liquid sky

'Cause if I don't we'll both end up

With just your song to say goodbye

My oh my

A song to say goodbye

A song to say

Before our innocence was lost

You were always one of those

Blessed with lucky sevens

And a voice that made me cry

It's a song to say goodbye .


sinto-me em pedaços
música a song to say goodbye - placebo

publicado por mafalda às 16:58 | link do post | comentar | ver comentários (2)

mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

paredes de aço

ritual

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
visitas
free hit counter
blogs SAPO
subscrever feeds