Terça-feira, 9 de Junho de 2009

O medo é o pior obstáculo que pode existir. Mesmo para quelas pessoas, como eu, que dizem nunca sentir medo mas sim apenas um certo receio, o medo está sempre presente.

Talvez ao dizer que não sinto medo, tenha medo de admitir que, afinal, sinto-o!

Hoje sei que o medo é um sentimento que anda de mãos dadas com todos os outros sentimentos.

Não amor sem medo.

Não há alegria sem medo.

Não há dor sem medo.

Não há tristeza sem medo.

Medo é uma palavra que de si já causa... Medo.

Mas qual será o pior medo?

Se eu fizesse uma lista (tipo "ranking") dos medos, em primeiro lugar colocaria o medo de não conseguir ultrapassar.

Quando não se ultrapassa, nem se tenta ultrapassar, um obstáculo, um amor acabado, uma perda, etc., a nossa vida fica como que estagnada e nada, mas mesmo nada, consegue  suportar a estagnação.

O medo de não conseguir ultrapassar e o medo de arriscar são irmãos e, arrisco-me a dar o palpite, gémeos. Onde anda um, anda o outro.

É preciso arriscar para ultrapassar. É preciso saber procurar e, acima de tudo, é necessário ver (só "olhar" não serve).

 

Todo este palavreado para quê? Principalmente, para eu não me esquecer que ultrapassei ao arriscar.

 

E por trás da porta número dois está...?

Está todo um mundo.

 

Antes da musiquinha habitual, quero apenas desejar-vos bons feriados e boa festa (para quem festeja o St.º António). Já eu, nestes dois dias, vou "afundar-me" na blogosfera numa tentativa de visitar-vos a todos e ler com atenção os posts que ainda não tive oportunidade de ler.

Por falar em ler, e já que aqui estou, que livro(s) recomendam? Estou farta de virar as estantes ao contrário e não encontro nada que me chame a atenção.

 

Metalingus - Alter Bridge

I've been defeated and brought down
Dropped to my knees when hope ran out
The time has come to change my ways

On this day
I see clearly
Everything has come to life
A bitter place and a broken dream
And we'll leave it all
Leave it all behind

I'll never long for what might have been
Regret won't waste my life again
I won't look back I'll fight to remain

On this day
I see clearly
Everything has come to life
A bitter place and a broken dream
And we'll leave it all behind

On this day
It's so real to me
Everything has come to life
Another chance to chase a dream
Another chance to feel
Chance to feel alive

Fear will kill me
All I could be
Lift these sorrows
Let me breathe
Could you set me free?
Could you set me free?

On this day
I see clearly
Everything has come to life
A bitter place and a broken dream
And we'll leave it all behind

On this day
It's so real to me
Everything has come to life
Another chance to chase a dream
Another chance to feel
Chance to feel alive

 


música metalingus - alter bridge

publicado por mafalda às 14:20 | link do post

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

ao rapaz com olhos cor de...

saudades

revolta.............

o amor

isto da angelina jolie...

repete lá isso, faxa vor!...

vamos ao circo...

não há quem (n)os entenda

hoje é assim....

e já passou um ano...

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
blogs SAPO
subscrever feeds