Quinta-feira, 17 de Setembro de 2009

"Nando não é atraente. Não é o rapaz mais inteligente do Instituto. Mas tem qualquer coisa.

Suponho que isto é o tipo de coisas que se diz quando não se sabe o que dizer. O tipo de coisas com que não explicamos o que não sabemos explicar.

Ou seja, Nando tem alguma coisa que não se vê à primeira vista, mas que onde ele estiver o converte no centro das atenções.

(...)

Com Nando está a acontecer-me uma coisa estranha. Sem dúvida há algo nele que me agrada. Mas também há coisas que não me agradam, que não me agradam nada. E o pior é que posso dizer melhor as coisas que não me agradam do que as que me agradam.

Não me agrada fisicamente. Não é o tipo que se vê e por quem se fica apaixonada. De modo algum. Não me agrada como se veste. Não me agrada a música que faz. Não me agrada quase nenhum dos seus colegas, ou nenhum. (...)

Sendo assim, por que é que o Nando me agrada? Porque é certo que me agrada. Devo confessar que me agrada.

(...)

É inútil fazer-me de parva, como se nada se passasse; o melhor é enfrentar a situação. Por que é que isto se está a passar? Estou convencida que há duas hipóteses que o explicam.

Primeira hipótese. Nando com as suas ideias e a sua personalidade, está a influenciar-me imenso. (...)

A segunda hipótese é que me estou a apaixonar por este rapaz."

 

ANJOS Em Tempo De Chuva, Miguel Vásquez Freire

 



publicado por mafalda às 13:59 | link do post | comentar

50 comentários:
De mafalda a 1 de Outubro de 2009 às 11:48
andas cismada com o filme! lol
mais vale tarde do que nunca ;) eu já tenho aqui o amanhecer :) mas ainda não acabei o eclipse :(


De S a 1 de Outubro de 2009 às 12:24
pois ando, lol...
o amnhacer é lindo e o eclipse também...


De mafalda a 1 de Outubro de 2009 às 20:34
o eclipse está a ser lindo, sim, mas o crepúsculo e lua nova também são bonitos ;)


De S a 2 de Outubro de 2009 às 00:08
se são, sabes que mais adorei no lua nova? a parte em que a página tem o mês outra tem outro, é tão simples e tão intenso...


De mafalda a 2 de Outubro de 2009 às 21:13
quando o edward não está presente, né?
é uma história bonita, sim, às vezes mete-me alguma confusão porque, diga-se a verdade, parece haver demasiado romantismo mas são esses momentos que dão os lindos excertos que tenho postado :)


De S a 3 de Outubro de 2009 às 12:57
sim, só quando aparecem o mês, mais nada...
não acreditas que aja um amor assim?


De mafalda a 3 de Outubro de 2009 às 20:54
não sei! parece-me muito exagerado romanticamente mas, sim, poderá haver amor assim.


De S a 3 de Outubro de 2009 às 21:57
se há pessoas que conseguem odiar-se até ao extremo, também há pesssoas que conseguem amar até ao extremo.


De mafalda a 3 de Outubro de 2009 às 22:06
acredito mais depressa no ódio do que no amor, é muito mais fácil odiar.


De S a 3 de Outubro de 2009 às 22:47
é engraçado tirando o meu pai e mesmo assim, nunca odeiei ninguém, desprezo, mas não odeio.


De mafalda a 4 de Outubro de 2009 às 22:17
é difícil limitar barreiras entre o ódio e o desprezo! acho que é um bocado como distinguir o amor da paixão!


De S a 5 de Outubro de 2009 às 00:15
eu se odiasse alguém seria mesmo por demais, por isso passo apenas ao desprezo, não dou importãnias as pessoas.


De mafalda a 5 de Outubro de 2009 às 21:50
eu bem que não quero dar importância mas não consigo.
sou tão intensa a amar como a odiar.


De S a 5 de Outubro de 2009 às 23:58
eu sou muito intensa a amar, mas não a odiar, pois o facto de ter passado tanto com o meu pai, fez-me simplesmente sperceber que as pessoas nem merecem se quer o meu odio, é dar demasiada importância.


De mafalda a 6 de Outubro de 2009 às 21:05
pois, isso também é verdade! não nos devemos deixar consumir por quem não merece sequer o ar que respirara.


De S a 7 de Outubro de 2009 às 00:19
exactamente e não há pior arma que a ignorância e o desprezo.


De mafalda a 7 de Outubro de 2009 às 15:46
é mais forte do que eu, sabes? sinto uma revolta que vai crescendo até dar lugar ao ódio... só depois vem o desprezo.


De S a 8 de Outubro de 2009 às 01:15
oh, eu também seria assim, mas o facto de ter o pai que tve, fez-me ver coisas de maneira diferente, para alguma coisa ele serviu.


De mafalda a 8 de Outubro de 2009 às 22:41
pelo menos és capaz de ver um ponto positivo no teu pai.


De S a 9 de Outubro de 2009 às 00:04
ah, eu vejo muitos pontos positivos no meu pai, fez-me dar valor ao que tenho, lutar pelo que quero, pensar que tenho que me lixar para o que toda a gente pensa de mim, ser simplesmente eu, ser poupada, dar valor às coisas, crescer mais de pressa, entre muitas coisas, eu sei que o meu pai foi a pior coisa que me aconteceu na vida, mas também devido à sua personalidade aprendi muita coisa.


De mafalda a 9 de Outubro de 2009 às 20:53
o que eu quero dizer é que não te limitas a queixar-te, consegues ver alguma coisa de positivo na situação... e isso é bom.


De S a 10 de Outubro de 2009 às 19:55
eu queixo-me muito, lol, quando discuto com ele, mas sim tentei tirar coisas positivas de tudo, que adiantaria ficar-me a remoer com tudo e presa no passado? nada.


De mafalda a 10 de Outubro de 2009 às 22:08
exacto, não vale nada ficar a remoer, aliás, só valia para que fosses uma pessoa amarga e "atrofiada".


De S a 10 de Outubro de 2009 às 22:21
lol, atrofiada sou um pouco =P


De mafalda a 10 de Outubro de 2009 às 23:03
mas és atrofiada no bom sentido ;)


De S a 11 de Outubro de 2009 às 00:03
exactamente =)


De mafalda a 11 de Outubro de 2009 às 21:38
nem tudo é mau ;)


De S a 12 de Outubro de 2009 às 00:21
pois não =)


De mafalda a 12 de Outubro de 2009 às 14:17
ao menos, isso ;)


Comentar post

mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

ao rapaz com olhos cor de...

saudades

revolta.............

o amor

isto da angelina jolie...

repete lá isso, faxa vor!...

vamos ao circo...

não há quem (n)os entenda

hoje é assim....

e já passou um ano...

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
blogs SAPO
subscrever feeds