Quarta-feira, 26 de Março de 2008

Não vou lamentar por ti

Não vou lamentar a vida de mágoa que me ofereceste

Não quero mais saber do que ficou para trás

Se não te importa, não me importa

Não me vou preocupar

Vou gritar : PÁRA!! e seguir um caminho

Vou ser de novo eu...

Vou ter novos sonhos, novos desejos...

Outros objectivos

Vou aprender a usar estas asas, vou voar

Chega de noites mal dormidas, chega de tormento

Vou gritar: VAI!! e vais embora, desapareces

É tempo a mais, dias a mais, em que morri por ti

Foi dor a mais, angústia a mais...

Tanto que sofri por ti!

Vou levantar a cabeça e deixarás de me conhecer

Já não rastejo a teus pés, não és meu dono

Vou gritar: VIVO!! e a minha vida será minha

Será minha, não tua

Vou sorrir para o espelho e rir-me do passado

Vou escolher o caminho iluminado e caminhar em frente

Vou ser forte, determinada, e deixar-te nas memórias...

Trancado a sete chaves

Vou gritar: SOU DE NOVO UMA PESSOA!!

E vou voltar a saber o que é viver

 

 

Fechei um capítulo do livro da minha vida. Não vou lamentar mais, não vou andar aos caídos... Chega!!! É hora de levantar a cabeça e olhar para o horizonte; ver alguma coisa para além desta escuridão. Deixo uma palavra de agradecimento a todos que me incentivaram. Obrigada a quem visitou o meu blog, a quem se deu ao trabalho de ler, a quem comentou... Foram muito importantes... Não só pelas frases mas também por me terem ajudado a sair do poço. Cheguei à conclusão que não vale lutar mais pelo que está perdido, pelo que já está enterrado no passado... Por quem não quer saber. Esta é a minha despedida. Foram dias a mais, foram pensamentos constantes de desistência, para no fim perceber que não há mais nada que se possa fazer. Baixei os braços. Estou ciente que haverão recaídas, mas saberei exteriorizar e seguir em frente. Esgotei-me! Cheguei ao limite. Chega!! É hora do ponto final... É tempo de enterrar as lágrimas. Quero ser outra pessoa e vou sê-lo... Vou ser aquela que sempre fui; com alegrias e tristezas, com sonhos e desgostos, com ilusões e desilusões... Mas nunca a rastejar por quem, talvez, já nem se lembre do meu nome.

 

 

Living In A Lie - Guano Apes

Dont give me names

You've got it all, you took it all away

Drove me insane

Who'd come down to earth, releasing me

Healing my wounds

Why don't you close the door when you're leaving me?

Now you'll run

Running all the way back to me again

 

Is not to end in shame

To fight an endless lie

I'm not to play a game

I won't be on your side

 

I found a way

To reach myself again but all I saw was shame

Drive me away

There's something deep in me waiting to escape

You think you know me

So why don't you close the door when you're here with me?

 

I'm here to end a game

I'm living in a lie

It's hard to give the same

I won't be on your side

 

I won't be on your side

 

I loved you a lot

To need you a lot

I leave you alone

 


sinto-me renovada
música living ina lie-guano apes

publicado por mafalda às 13:33 | link do post

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

ao rapaz com olhos cor de...

saudades

revolta.............

o amor

isto da angelina jolie...

repete lá isso, faxa vor!...

vamos ao circo...

não há quem (n)os entenda

hoje é assim....

e já passou um ano...

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
blogs SAPO
subscrever feeds