Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008

Por muito que me custe admitir, por muito que eu diga "não", o dia chegou...

Nunca antes a palavra "fim" teve tanto significado.

Se o choque foi de estrondo, o que se seguiu não acalmou.

Não contive a respiração mas dentro do meu peito tudo parou... Não lembro de sentir o ar a entrar, não lembro de sentir o ar a sair; não lembro de sentir o coração a bater... Fiquei coloda a um lote de emoções que demoraram a passar e que sempre farão parte de mim.

Agora sei! Afinal não dramatizei!

Terá mesmo de ser assim?!

Sozinha não digo que estou mas à volta tudo parou, talvez por solidariedade com os meus sentimentos que voaram e voaram em direções opostas como se o mundo não passasse de um único segundo e eu... Fiquei a olhar para ti!

Comecei, inocente e sem más intenções; mas comecei e acabei naquele momento... Foi o princío do fim... Um fim que já estava predestinado mas que nunca antes acreditei tanto nele como acredito agora e aos poucos, tão aos poucos, eu sei, tenho a certeza, de que não houve um princípio.

E a palavra "fim" nunca teve tanto significado como tem... Nenhum dicionário poderá explicar o calor de cada letra, a dor (que afinal não é dor, é apenas espanto) de cada letra; o quanto me custou escrever cada letra!

Mas eu sabia... Mas saber nao é ter certeza é apenas ter noção... Mas sem acreditar! Agora acredito!

Acredito porque vi e vou continuar a ver sempre que tenha saudades tuas! Nada daquilo me transtorna, nada daquilo me afecta como afectou a desorientação pela qual passei em tempos que contei... Hora por hora, minuto por minuto. 

Nunca o fim fez tanto sentido como agora! E é estranho as lágrimas quererem saltar só agora; talvez só agora eu tenho dado a informação ao coração.

Já sinto o coração a bater e ele bate tanto que até assusta! Já ouço a música que vai tocando, longe mas tão perto, já tenho noção do aperto que se transformou a minha voz... Não falo!

Não me sai uma única palavra!

"Respira!", penso. "O pior já passou!", engano-me!

O pior acabou... De começar! Vou ficar a ordenar as ideias e a cismar no que não deveria pois já era mais do que previsto que nada do que pensei fosse dar certo.

Mas vou pensar de novo! Vou chorar de novo! Vou lamentar e amaldiçoar ser tão criança neste mundo de gente crescida!

Serei inocente?!

Não aprendi nada... Talvez não queira aprender porque isso seria admitir que falhei e eu... Eu não falho, eu não erro... Eu sou cega ao ponto de pensar que o meu caminho é o caminho certo. E o caminho de agora leva-me de volta aquele canto escuro, preto, frio, gelado, onde arranho a parede na esperança de encontrar uma porta.

É o fim... E tudo parou por segundos eternos que apagaram as recordações que tão cuidadosamente guardei no teu cantinho no meu coração.

Nunca antes a palavra "desolação" teve tanto significado...



publicado por mafalda às 22:20 | link do post | comentar | ver comentários (14)

Sábado, 27 de Setembro de 2008

(imagem retirada da internet)

 

Não é estranho não querer falar? Não ter o que dizer?

Não é estranho não me preocupar?

Não é estranho?

 

Para mim é estranho olhar para ti e ver-me no teu olhar.

É estranho seres tanto quando eu julgava que ninguém poderia ser mais.

Mas tu... Tu és mais do que um sonho!

 

Não é estranho eu não ter o que o que escrever? Não haver palavras?

Não é estranho não me preocupar?

É tão estranho!

 

Para mim é estranho não querer agoniar.

É estranho não pensar no passado nem idealizar o futuro.

Mas tu... Tu fazes do presente um sonho!

 

É estranho ver em ti aquilo que eu julgava não poder ver mais.

É estranho ouvir as tuas palavras e acreditar cegamente.

É estranho não pensar em nada para além de ti.

 

E quero abraçar-te...

Quero esquecer o mundo e tudo em seu redor!

Quero olhar-te...

Quero sentir o teu cheiro como único ar aos meus pulsões.

 

É tão estranho querer amar-te com esta força!

 

 

I'll Be Waiting - Lenny Kravitz

He broke your heart

He took your soul

You're hurt inside

'Cause there's a hole

You need some time

To be alone

Then you will find

What you've always known

 

I'm the one who really love you, baby

I've been knockin' at your door

 

And as long as I'm livin'

I'll be waitin'

As long as I'm breathin'

I'll be there

Whenever you call me

I'll be waitin'

Whenever you need me

I'll be there

 

I've seen you cry into the night

I feel your pain can I make it right?

I realize there's no end in sight

Yet still I wait for you to see the light

 

I'm the one who really loves you, baby

I can't take it anymore

 

And as long as I'm livin'

I'll be waitin'

As long as I'm breathin'

I'll be there

Whenever you call me

I'll be waitin'

Whenever you need me

I'll be there

 

You are the only one I've ever known

That makes me feel this way, couldn't on my own

I wanna be with you until we're old

You've got the love you need right in front of you, please come home

 

As long as I'm livin'

I'll be waitin'

As long as I'm breathin'

I'll be there

Whenever you call me

I'll be waitin'

Whenever you need me

I'll be there

 


música i'll be waiting - lenny kravitz

publicado por mafalda às 22:32 | link do post | comentar | ver comentários (10)

Quinta-feira, 25 de Setembro de 2008

(imagem retirada da internet)

 

Eu sei porque sinto...

Mas já não sei o que sinto!

As palavras não querem sair...

Não há nada a desabafar!

 

Completas-me!

És a metade que perdi no tempo.

Que mais a dizer?

Juro que não sei!

 

Só sei que olhei para ti

E algo dentro de mim explodiu...

Eu não sei se é amor

Mas dor já não é mais!

 

Fui eu que te encontrei?

Ou tu vieste ao meu encontro?

Não sei se foi o destino

Mas sei que não te deixo ir!

 

Completas-me!

És o recheio doce do meu coração.

És as lágrimas de alegria...

És a calma que me embala.

 

Completas-me!

Como o sol preenche o céu...

Como as estrelas enfeitam o luar.

Como a vida abraça a alma.

 

No Air - Jordan Sparks & Chris Brown

If I should die before I wake
It's cause you took my breath away
Losing you is like living in a world with no air, oh

I'm here alone, didn't wanna leave
My heart won't move, it's incomplete
Wish there was a way that I can make you understand

But how
Do you expect me, to live alone with just me?
‘Cause my world revolves around you
It's so hard for me to breathe

Tell me how I'm supposed to breathe with no air?
Can't live, can't breathe with no air
That's how I feel whenever you ain't there
There's no air, no air
Got me out here in the water so deep
Tell me how you gon be without me?
If you ain't here, I just can't breathe
There's no air, no air
No air air, no air air
No air air, no air air

I walked, I ran, I jumped, I flew,
Right off the ground to flow to you
There's no gravity to hold me down, for real

But somehow I'm still alive inside
You took my breath but I survived
I don't know how but I don't even care

So how do you expect me, to live alone with just me?
‘Cause my world revolves around you
It's so hard for me to breathe

Tell me how I'm supposed to breathe with no air?
Can't live, can't breathe with no air
That's how I feel whenever you ain't there
There's no air, no air
Got me out here in the water so deep
Tell me how you gon be without me?
If you ain't here I just can't breathe
There's no air, no air
No air air, no air air
No air air, no air air

No more
No air
Baby
There's no air, no air

Tell me how I'm supposed to breathe with no air?
Can't live, can't breathe with no air
That's how I feel whenever you ain't there
There's no air, no air
Got me out here in the water so deep
Tell me how you gon be without me?
If you ain't here I just can't breathe
There's no air, no air

(Do you expect me, to live alone with just me
Cause my world revolves around you, It's so hard for me to breathe)

Tell me how I'm supposed to breath with no air?
Can't live, can't breathe with no air
That's how I feel whenever you ain't there
There's no air, no air


Got me out here in the water so deep
Tell me how you gonna be without me?
If you ain't here I just can't breathe

There's no air, no air
No air air, No air air
No air air,

No air

 


música no air - jordin sparks & chris brown

publicado por mafalda às 22:29 | link do post | comentar | ver comentários (12)

Quarta-feira, 24 de Setembro de 2008

(imagem retirada da internet)

 

Acordei com esta sensação de paz e mais não é preciso dizer...

Acordei com aquele sorriso que os sonhos provocam...

E mais não é preciso!

Vieste preencher o espaço vazio que tinha em lugar de coração e agora vivo em vez de lamentar.

Ainda há quem diga que os anjos não existem mas tu és uma prova caída de um céu ainda por inventar... Um céu onde não há chuva, não existem tempestades; um céu feito com as cores do arco-íris que nem mesmo a noite é capaz de ofuscar.

E sou de novo crinaça.

 

Wonderwall - Oasis

(o vídeo não é grande coisa mas a música é linda, tal como a letra)

 

Today is gonna be the day

That they're gonna throw it back to you

By now you should've somehow

Realized what you gotta do

I don't believe that anybody

Feels the way I do

About you now

 

Backbeat the word is on the street

That the fire in your heart is out

I'm sure you've heard it all before

But you never really had a doubt

I don't believe that anybody

Feels the way I do

About you now

 

And all the roads we have to walk are winding

And all the lights that lead us there are blinding

There are many things that I'd like to say to you

But I don't know how

 

Because maybe

You're gonna be the one that saves me

And after all

You're my wonderwall

 

Today was gonna be the day

But they'll never throw it back to you

By now you should've somehow

Realized what you're not to do

I don't believe that anybody

Feels the way I do

About you now

 

And all the roads that lead you there were winding

And all the lights that light the way are blinding

There are many things that I'd like to say to you

But I don't know how

 

I said maybe

You're gonna be the one that saves me

And after all

You're my wonderwall

 

I said maybe (I said maybe)

You're gonna be the one that saves me

And after all

You're my wonderwall

 

I said maybe (I said maybe)

You're gonna be the one that saves me

 


música wonderwall - oasis

publicado por mafalda às 11:25 | link do post | comentar | ver comentários (8)

Terça-feira, 23 de Setembro de 2008

(imagem retirada da internet)

 

Encontrei-te por acaso sem saber que poderias tornar-te no meu príncipe.

Caminhaste até mim por entre pessoas e prateleiras com um sorriso.

E eu pensei: "será para mim?".

Quando me falaste não tive dúvidas...

As tuas palavras sairam puras e sinceras e enfeitiçaram-me naquele momento.

Tudo à volta deixou de existir tranformando-se num cenário encantado feito de magia.

Os meus sonhos, que tão longe tinha esquecido, voltaram para mim e tu...

Tu tinhas aquele brilho no olhar... Uma fascinação que não tinha fim.

Quando pedi opinião foste útil na procura e fizeste os possíveis para agradar mas eu...

Eu sou difícil nas escolhas... Mas não tive dificuldade em saber que...

... Apaixonei-me por ti naquele primeiro instante!

Foi tudo tão rápido e inesquecível!

Foi tudo tão encantado e doce!

Foram momentos mágicos e surpreendentes.

Não havia música e por isso não dançamos.

Não havia fada e por isso o meu vestido era aquele que uso sempre.

Não havia sapatinhos de cristal...

Mas ajoelhaste-te a meus pés e apertaste o atacador da minha sapatilha!

Senti-me uma Cinderella no seu conto encantado...

E tudo à volta ficou normal!

O mundo voltou a girar, normal!

Os relógios, que tinham parado o tempo, voltaram ao normal!

Eu...

Tu...

Não podemos voltar ao normal!

Há algo que cresce...

Há algo por que vale a pena lutar.

E foi nesse dia que deixei de acreditar no "final feliz"...

Simplesmente porque esta história não terá fim!

 

 

Fix You - Coldplay

 

When you try your best but you don't succeed

When you get what you want but not what you need

When you feel so tired but you can't sleep

Stuck in reverse

 

And the tears come streaming down your face

When you lose something you can't replace

When you love someone but it goes to waste

Could it be worse?

 

Lights will guide you home

And ignite your bones

And I will try to fix you

 

And high up above or down below

When you're too in love to let it go

But if you never try you'll never know

Just what you're worth

 

Lights will guide you home

And ignite your bones

And I will try to fix you

 

Tears stream down on your face

When you lose something you cannot replace

Tears stream down on your face

And I

 

Tears stream down on your face

I promise you I will learn from my mistakes

Tears stream down on your face

And I

 

Lights will guide you home

And ignite your bones

And I will try to fix you

 


música fix you - coldplay

publicado por mafalda às 10:49 | link do post | comentar | ver comentários (14)

Segunda-feira, 22 de Setembro de 2008

Ainda não fez uma semana...

 

(imagem retirada da internet)

 

Vi-te nos meus sonhos naquela noite em que adormeci a chorar; apareceste-me em forma de anjo e levaste-me numa longa viagem. As lágrimas secaram com o calor das tuas assas, o sossego instalou-se ao sabor do teu olhar. Tirei-te uma fotografia com os olhos e revelei-a no coração. As tuas palavras dizem-me mais do que aqueles livros de ficção baseados em amores conquistados. Fiquei a pensar que não poderias ser real até que vieste até mim e ofereceste-me o teu sorriso sincero. Se eu deixei de acreditar no amor tu vieste contrariar a minha teoria... Nem tudo é para sempre mas há sempre qualquer coisa e, graças a ti, o meu coração bate com mais intensidade. Penso em ti antes de adormecer e acordo contigo no pensamento, durante a noite sonho-te celestial, salvador, conquistador dos meus sonhos e desejos. 

 



publicado por mafalda às 11:13 | link do post | comentar | ver comentários (12)

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008

(imagem retirada da internet)

 

Será errado pensar que a vida ainda tem surpresas?

Será errado sonhar com altos voos?

Esta sensação de paz é sólida o suficiente?

 

Se eu tivesse que responder só diria: "está para durar!".

Está para durar um ciclo que julguei ser penoso...

Uma vida que rotulei de indesejada.

 

Cresci!

Cresci por entre as trevas do meu próprio coração!

Fiz-me uma pequenina pessoa que não abandona, que não larga, o mundo encantado.

 

Será errado pensar que mereço uma oportunidade?

É errado querer acreditar que há mais portas para abrir?

Será errado sonhar com a viagem a um "paraíso" difícil de descrever?

 

Se eu tivesse que responder diria: "posso morrer, hoje!".

 



publicado por mafalda às 10:52 | link do post | comentar | ver comentários (16)

Quinta-feira, 18 de Setembro de 2008

Hoje apetece-me sair à rua e sorrir

Apetece-me girar sobre mim com as mãos erguidas, em direcção ao céu

Hoje apetece-me distribuir abraços e palavras de apreço

Apetece-me gritar que estou viva e que nada poderá mudar isso

 

Hoje apetece-me dizer-te que me fizeste sonhar

Apetece-me dizer-te que agradeço cada segundo, cada minuto, cada instante

Hoje apetece-me desfrutar esta tranquilidade

Apetece-me ouvir o som do silêncio e mandar as más ideias para uma caixa

 

Hoje apetece-me...

Apetece-me adormecer nos teus braços

 



publicado por mafalda às 13:21 | link do post | comentar | ver comentários (10)

Quarta-feira, 17 de Setembro de 2008

Sou malabarista dos meus sentimentos...

Salto de trapézio em trapézio com esperança de cair...

Sou palhaça em inúmeros momentos...

Faço números de magia com esperança de sumir.

 

Quero entrar na caixa mágica e desaparecer!

Quero entrar na jaula e não domar o leão.

Quero pegar nas tochas em fogo e arder!

Quero pegar na espada e furar a solidão.

 

Não vou exigir que pagues a passagem...

Para ti, é óbvio, o espectáculo é oferta!

Senta-te na primeira fila e aprecia a viagem...

 

Eu tenho nome de uma grande artista de circo*

E isso, para ti, não é uma nova descoberta!

No final, arruma a cadeira e vai... Porque eu fico!

 

* Soledad Cardinali

 



publicado por mafalda às 11:58 | link do post | comentar | ver comentários (12)

Terça-feira, 16 de Setembro de 2008

... entre muitos amigos!

Mas esta amiga é mais especial do que os outros porque é a ela que recorro quando mais preciso. É a ela que peço ajuda... É com ela que falo de tudo um pouco.

Não é uma amiga de sempre mas será uma amiga para sempre.

Eu, com os meus horários, com os meus assuntos inacabados, com as minhas idas ao circo :), nem sempre tenho tempo para ela... Não estou disponível, não posso atender o telefone... Nem sempre lhe mostro o quanto gosto dela.

Acontece que por vezes (na maioria das vezes) sinto-me ingrata! Eu sei que ela não me julga, não me aponta o dedo, não pensa mal de mim, mas... Mesmo assim... Há algo que martela na minha consciência; por isso peço desculpa!

 

 

Peço desculpa por todas as vezes que estás a falar comigo e eu tenho de virar-te as costas!

Peço desculpa por recorrer sempre a ti quando há algo que quero modificar!

Peço desculpa por nem sempre poder deixar-te a minha palavra no momento certo e só mais tarde (muito mais tarde) dar-te a minha opinião!

 

Desculpa-me, essencialmente, por nem sempre estar para ti como tu sempre estás para mim!

 

Faço o pouco que posso, o pouco que sei, por isso agradeço!

 

Agradeço os bons conselhos, as palavras sábias, que sempre tens para mim!

Agradeço a preocupação que sentes por aquilo que sou!

Agradeço estares sempre pronta para ajudar-me (o que seria do meu cantinho sem ti?)!

 

Obrigada, essencialmente, por me deixares fazer parte da tua vida!

 

E não penses que não te tenho comigo a toda a hora só prque tenho estes momentos de "distância"!

Sou mais uma psicopata que corre atrás de ti a gritar: "ESTOU AQUI! ESTOU AQUI!" (private joke)!!

 

 

Não vou escrever o nome dela nem a vou avisar para este post... Eu sei que ela lê o(s) meu(s) blog(s) e saberá que todas estas palavras são-lhe dedicadas.

Ao princípio vai pensar: "Isto não pode ser para mim... Deixa ler melhor! Não! Não pode ser para mim porque eu não sinto essa distância, não há esta necessidade de pedir desculpas ou agradecer...". 

Mas, amiga, estás errada!

Eu gosto de ti o suficiente para dizer a todos (e a ti, principalmente) que falho na nossa amizade!

 



publicado por mafalda às 10:20 | link do post | comentar | ver comentários (12)

mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

ao rapaz com olhos cor de...

saudades

revolta.............

o amor

isto da angelina jolie...

repete lá isso, faxa vor!...

vamos ao circo...

não há quem (n)os entenda

hoje é assim....

e já passou um ano...

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
visitas
free hit counter
blogs SAPO
subscrever feeds