Terça-feira, 18 de Novembro de 2008

(imagem retirada da internet)

 

Ali estás tu, caído do céu, como se o mundo fosse acabar e em ti houvesse salvação. Ei-lo, dono da pátria, senhor das terras, rei do meu reino, pessoa da minha alma. Penso em ti, rastejo por ti, morro por ti e tu, eis!, apareces vindo não sei bem de onde com imagens de perfeição e fantasia, como se fosses a esperança. E eu rendo-me, caio nos teus braços, beijo-te os pés. Idolatro-te, bajuladora que sou, adoro-te e venero-te como meu Deus pessoal. Ei-lo, príncipe encantado, meu salvador, guerreiro invencível, dono do meu coração, habitante único dos meus pensamentos, comandante da minha vontade, amor dos amores, sonho de perdição, pessoa da minha alma.

 

 

Promise Me - Beverley Craven

 

You light up another cigarette

And I pour the wine

It's four o'clock in the morning

And it's starting to get light

Now I'm right where I want to be

Losing track of time

But I wish that it was still last night

 

You look like you're in another world

But I can read your mind

How can you be so far away

Lying by my side

When I go away I'll miss you

And I will be thinking of you

Every night and day just ...

 

Promise me you'll wait for me

'cos I'll be saving all my love for you

And I will be home soon

Promise me you'll wait for me

I need to know you feel the same way too

And I'll be home, I'll be home soon

 

When I go away I'll miss you

And I will be thinking of you

Every night and day just ...

 

Promise me you'll wait for me

'cos I'll be saving all my love for you

And I will be home soon

Promise me you'll wait for me

I need to know you feel the same way too

And I'll be home, I'll be home

 

Promise me you'll wait for me

'cos I'll be saving all my love for you

And I will be home soon

Promise me you'll wait for me

I need to know you feel the same way too

And I'll be home, I'll be home soon

 


música promise me - beverley craven

publicado por mafalda às 10:50 | link do post | comentar | ver comentários (12)

Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

(imagem retirada da internet)

 

Não me é permitido, nem sequer é opção... Esquecer-te. Aquilo a que chamo de Universo encarrega-se de fazer de ti meu caminho e eis que estás em tudo para onde olho. Talvez sejas mártir do meu coração e nada passe por ser tua decisão mas, ora ter-te e ora não ter-te, é pena pesada. Se não penso em ti, sonho contigo; se sonho contigo, passo o dia a pensar em ti. Tenho andado às voltas  num círculo imaginário em que tu és o centro. Não me é permitido, nem tão pouco é opção, esquecer-te. És universal na minha vida e o objectivo será ter-te sempre  comigo mesmo se nego, e volto a negar, a  tua presença. É a tua mão que me embala, é a tua voz que me acalma, são os teus braços que quero que me acolham.

 

 

Esfera - Pedro Khima

 

Por sinal
Essa esfera que me tentava sem me olhar
Nada mais era do que um som que me levava a tentar
Fugir de ti
Sair de ti

Uma vez mais
Sem saber porque
Desisti para te dizer
Não dá mais, quero mais
Senão for assim
Esconde esse sorriso que me faz querer matar por mais
Mais, mais, quero mais, mais, mais
Por isso esconde esse sorriso que me faz querer matar por mais

Só assim dá para mim conseguir que não doa mais
Que me deixes ir
Que me libertes de ti
Que não me faças sentir
E eu não quero cair
Não me posso entregar
Sem que percebas que não podes julgar
E eu quero tentar poder acreditar
Que o aperto cá dentro um dia vai acabar
O monstro em mim não irá secumbir
Não desfalece por não conseguir
Que olhes para mim, que me faças existir
Por isso esconde esse sorriso que me faz querer matar por mais

 


música esfera - pedro khima

publicado por mafalda às 13:42 | link do post | comentar | ver comentários (8)

Sexta-feira, 14 de Novembro de 2008

Hoje vou escrever sobre beleza...

Ao longo da minha curta (mas longa) vida, tive a oportunidade de me dar com pessoas de todas as cores e feitios e só tenho a agradecer por isso.

Para mim, o conceito "beleza" tem muito que se lhe diga... Às três crianças que vêm em mim um exemplo, digo que a beleza é secundária.

- Há pessoas bonitas e pessoas menos bonitas.

Ao que os miúdos dizem:

- Que são os feios!

Mas não, não são os feios.

A essas "minhas" crianças eu faço a pergunta: Gostas mais de uma pessoa que seja bonita mas que seja má, ou gostas mais de uma pessoa que não seja assim tão bonita mas que seja amiga?... Obviamente, escolhem a segunda hipótese.

 

Mas as pessoas bonitas não são necessariamente más pessoas.

 

Tenho uma amiga que com os seus 22 anos já tem o curso de Direito e vive para o seu trabalho/estágio numa firma de advogados. A V., com a  sua altura perfeita,a carinha de menina, o cabelo longo, encaracolado e loiro, é dona de uma beleza sem igual... Mas a V. diz que "aquele mundo", o mundo da moda, não é para ela e rejeita por completo essa ideia.

A V. é aquilo que se chama de pessoa bonita... Embora seja extremamente linda fisicamente, o seu coração puro e a humildade fazem dela um ser excepcional.

 

Conhecem aquelas situações em que vemos a fotografia de alguém e, por momentos, parece-nos que estámos a ver outra pessoa?

Ontem aconteceu-me uma coisa semelhante... Vi uma fotografia de outra amiga e pareceu-me ver a face de uma actriz que entrava numa série que eu simplesmente adorava; naquele momento percebi que essa minha amiga poderia ter aquele mau feitio das pessoas que se julgam importantes mas que, afinal, não passam de uns seres arrogantes e desprezíveis.

"Sim, sou muito linda, ahahahah!", diz ela.

Mas, na verdade, ela não só tem cara de actriz  como, também, tem um coração de ouro...

E és linda, sim senhora!

 

A série que eu não perdia era "What About Brian" ou, em português, "Os Amigos de Brian":

 (imagem retirada da internet)

 

A actriz é a Amanda Detmer (a senhora da foto que se segue e que, na foto em cima, está sentada no chão):

 

(imagem retirada da internet)

 

PS. Ainda consegues ser mais bonita do que a Amanda.

 



publicado por mafalda às 09:25 | link do post | comentar | ver comentários (12)

Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

(imagem retirada da internet)

 

É errado gostar de ti? É errado querer gritá-lo ao mundo? Mais do que tudo, tive a sorte de conhecer-te e juro que não trocaria qualquer minuto. Olhando para trás, algo me diz que o desgosto foi maior do que a esperança mas isso só aconteceu porque eu depositei em ti o destino da minha vida e tu, que és apenas tu, foste apanhado numa teia de sentimentos que até então te eram desconhecidos. Bem sei que és inocente mas também sei que poderias ter feito mais... Não importa, agora. De nada vale, agora. Desculpa-me se é errado mas não consigo evitar... Não consigo não gostar de ti. Mais do que tudo, tive a sorte de te ter de uma maneira que só eu poderia ter e isso, oh isso, juro, oh se juro, não trocaria por nada deste mundo.

 

Against All Odds (Take A Look At Me Now) - Phil Collins

How can I just let you walk away?

Just let you leave without a trace?

When I stand here taking every breath with you

You're the only one who really knew me at all

How can you just walk away from me?

When all I can do is watch you leave?

Cuz we shared the laughter and the pain

And even shared the tears

You're the only one who really knew me at all

 

So take a look at me now

Cause there's just an empty space

And there's nothin left here to remind me

Just the memory of your face

Take a look at me now

Cuz there's just an empty space

And you comin back to me is against the odds

And that's what I've gotta face

 

I wish I could just make you turn around

Turn around and see me cry

There's so much I need to say to you,

So many reasons why

You're the only one who really knew me at all

 

So take a look at me now

There's just an empty space

And there's nothin left here to remind me

Just the memory of your face

Take a look at me now

Cus there's just an empty space

But to wait for you, that's all I can do

And that's what I gotta face

Take a good look at me now

Cuz I'll still be standing here

And you comming back to me is against all odds

It's a chance I have to take

 

Just take a look at me now

 


música against all odds - phil collins

publicado por mafalda às 09:25 | link do post | comentar | ver comentários (6)

Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

Seja qual for a história, normalmente opto por primeiro ler o livro.

Faz-me confusão se for ao contrário... Estou sempre a comparar aquilo que leio com as cenas que vi.

Até hoje só apanhei uma (grande) decepção!

Há um filme que adoro (na verdade são dois filmes) cujo livro (que são dois livros) não consigo passar da página cinco:

"Bridget Jones's Diary"

Sou apaixonada pelos filmes... Já os livros, gosto deles mas é ao longe!

 

Out Of Reach - Gabrielle

(tema da banda sonora original)

 


música out of reach - gabrielle

publicado por mafalda às 09:32 | link do post | comentar | ver comentários (57)

Terça-feira, 11 de Novembro de 2008

Esta linda medalha foi-me oferecida pela Bichana.

Por esta altura já todos vocês devem ter sido presenteados, então decidi homenagear todas as mulheres da blogosfera (e não só):

 

Pretty Woman - Roy Orbison 

 

Pretty woman, walking down the street

Pretty woman, the kind I like to meet

Pretty woman,

I don't believe you you're not the truth

No one could look as good as you

Mercy!

 

Pretty woman, won't you pardon me

Pretty woman, I couldn't help but see

Pretty woman,

That you look lovely as can be

Are you lonely just like me

Arrrrooounnnn

 

Pretty woman, stop a while

Pretty woman, talk a while

Pretty woman, give your smile to me...

Pretty woman, yeah yeah yeah

Pretty woman, look my way

Pretty woman, say you'll stay with me

'Cause I need you I'll treat you right

Come with me baby be mine tonight

 

Pretty woman, don't walk on by

Pretty woman, don't make me cry

Pretty woman

Don't walk away hey ok

If that's the way it must be ok

I guess I'll go on home it's late

There'll be tomorrow night but wait

 

What do I see?

Is she walking back to me?

Yeah she's walking back to me

Oh oh Pretty woman

 


música pretty woman - roy orbison

publicado por mafalda às 10:05 | link do post | comentar | ver comentários (6)

Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

A minha sobrinha de quatro anos (aquela do "porco montado"), tendo a tia que tem, está dentro do panorama musical e do mundo do futebol.

Recentemente, depois de eu ter visto uma reportagem sobre os Europe Music Award's e antes de ela dormitar a sua sesta, tive a seguinte conversa com ela:

 

- Sabes quem é que eu vi nas notícias?

- O Di Maria (jogador de futebol do Benfica)?

- Não! O Bill (vocalista dos Tokio Hotel e que, segundo ela, é o seu namorado).

- O Bill nas notícias? A sério? O que é que ele estava lá a fazer?

- Foi receber um prémio.

- Ele jogou (futebol)?

- Não, filhinha. É um prémio da música. O Jared Leto também estava lá.

- O Jared Leto?!

- Sim.

- Como é que ele estava?

- Estava giro... Tinha uma camisola com o Barack Obama.

- E esse joga no Benfica?

- Quem, o Barack Obama?

- Sim.

- Não! É o presidente.

- Do Benfica, do Porto ou do Sporting?

- Da América!

- A América é do Benfica?

- Não! A América é um país assim como Portugal só que é muuuuuiiiito maior.

- Como? Do céu até à terra?

- Sim, do céu até à terra... Agora dorme.

 



publicado por mafalda às 10:48 | link do post | comentar | ver comentários (12)

Domingo, 9 de Novembro de 2008

Embora já tenha respondido a este desafio (está aqui), voltei a ser desafiada pela taniam.

Como todos já devem saber, as regras deste desafio passam por colocar uma foto (coisa que, como já expliquei, não consigo), escolhar uma banda/artista, responder às questões somente com títulos de músicas da nossa anterior escolha e, finalmente, passar o desafio a quatro pessoas.

Da primeira vez escolhi Guano Apes, agora escolho Evanescence mas não me vou limitar apenas a escrever os títulos das músicas, vou, também, retirar um excerto de cada uma delas para que a escolha seja justificada.

 

- és homem ou mulher?

 

"Snow White Queen"

 

You belong to me
my snow white queen
there's nowhere to run, so lets just get it over
soon I know you'll see
you're just like me
don't scream anymore my love, cause all I want is you

 

 

- descreve-te

 

"All That I'm Living For"

 

I can feel the night beginning
separate me from the living
understanding me
after all I've seen
piecing every thought together
find the words to make me better
if I only knew how to pull myself apart

 

"Lithium"

 

Don't want to let it lay me down this time
drown my will to fly
here in the darkness I know myself
can't break free until I let it go
let me go

 

 

- o que as pessoas acham de ti?

 

"The Only One"

 

So afraid to open your eyes- hypnotized
You know you're not the only one
Never understood this life
And you're right

I don't deserve but you know I'm not the only one

 

 

- como descreves o teu último relacionamento?

 

"Lacrymosa"

 

To let you blame it on me
and set your guilt free
I don't want to hold you back now love
I can't change who I am
not this time, I won't lie to keep you near me
and in this short life,
there's no time to waste on giving up
my love was't enough

 

 

- descreve o actual estado da tua relação com o teu namorado ou pretendente

 

"Bring Me to Life"

 

Now that I know what I'm without
you can't just leave me.
Breathe into me and make me real.
Bring me to life.
(...)

Frozen inside without your touch,
without your love, darling.
Only you are the life among the dead

 

 

- onde querias estar agora?

 

"Your Star"

 

I can't see your star
I can't see your star
though I patiently waited, bedside, for the death of today
I can't see your star
the mechanical lights of Lisbon frightened it away

 

 

- o que pensas a respeito do amor?

 

"Angel Of Mine"

 

After all these years, one thing is true
Constant force within, my heart is you
You touch me, I feel I'm moving into you
I treasure every day I spend with you
All the things I am come down to you
Angel of mine
Let me thank you
You have saved me time and time again

Angel, I must confess
It's you that always gives me strength
And I don't know where I'd be without you
 

 

- como é a tua vida?

 

"Imaginary"

 

in my field of paper flowers
and candy clouds of lullaby
i lie inside myself for hours
and watch my purple sky fly over me
swallowed up in the sound of my screaming
cannot cease for the fear of silent nights
oh how i long for the deep sleep dreaming
the goddess of imaginary light

 

- o que pedirias se pudesses ter só um desejo?

 

"You"

 

When we're together I feel perfect
When I'm pulled away from you I fall apart
All that you say is sacred to me
(...)

You know I'd die just to hold you, stay with you
Somehow I'll show you that you are my night sky
I've always been right behind you
Now I'll always be right beside you
So many nights I've cried myself to sleep
Now that you love me I love myself
I never thought I would say that
I never thought there'd be you

 

- escreve uma frase sábia

 

"Missing"

 

Please, please forgive me,
But I won't be home again.
Maybe someday you'll look up,
And, barely conscious, you'll say to no one:
"Isn't something missing?"

 

 

- agora devo passar o desafio a quatro pessoas mas, como já todos devem ter respondido, vou pássa-lo à Paty.

 



publicado por mafalda às 11:19 | link do post | comentar | ver comentários (10)

Sexta-feira, 7 de Novembro de 2008

Sempre gostei de política (sabe-se lá porquê)... Política nacional, política internacional... Tanto faz!

Sempre gostei de futebol... Futebol nacional, futebol internacional... Venham os jogos!

 

Quando, na terça-feira à noite, comecei por me aperceber dos resultados da Liga dos Campeões, fiquei um pouco duvidosa quanto à eleição de Barack Obama...

Mas, estando com aquele bichinho das eleições norte-americanas, fiz uma directa como há algum tempo não fazia...

Sou uma daquelas pessoas que apanharam a "Febre Obama" e, vendo os resultados do futebol (onde as equipas mais fortes foram esmagadas pelos mais fracos), pensei em voz alta:

"Isto hoje está tudo trocado, cá para mim, aqueles americanos vão desafiar todas as estatísticas e o novo presidente será o velho (termo que, carinhosamente, atribuí ao McCain)".

 

Então fiz a tal da directa e, ainda hoje, sofro as suas consequências (estou a ficar velha); mas a mim interessou-me ver aquele senhor a esmagar o adversário fazendo, assim, com que o mundo ganhe uma nova esperança...

Houve quem dissesse que "Barack Obama é demasiado negro para os brancos... E demasiado branco para os negros"... A verdade é que sempre o vi como um tipo corajoso, determinado, com as ideias no sítio e os pés bem assentes no chão.

Ainda ele era um simples senador do Illinois e já fazia correr um burburinho...

Vi pela primeira vez, há tempos, o programa da Oprah em que ele e a sua esposa foram os convidados (programa que tive a oportunidade de rever ontem) e, na altura, algures em 2006, ele nem sequer era candidato a líder do partido democrata mas já tinha aquela sua convicção, o seu carísma, a descontração que sempre o rodeia.

Foi estranho ver o mesmo prgrama ontem... Ver a Oprah a dizer que o apoiaria se ele se canditasse à presidência e, na eventualidade de se candidatar, se poderia anunciá-lo no seu programa...

Ali estava, o novo Presidente, não apenas da América como também (diga-se a verdade) do mundo e arredores; sem grandes certezas quanto a uma candidatura e até mesmo a querer negar essa hipótese.

 

A volta que o mundo dá!

 

Agora vamos parar por um bocado e pensar...

O presidente da maior potência mundial, o dono do mundo, é negro e chama-se Barack Hussein Obama II.

 

A sua eleição foi uma das minhas maiores alegrias dos últimos tempos.

Quase que me apetece gritar: "YES, WE CAN".

 

Bom fim de semana a todos!!!

E vivam os sonhos!

 

Yes, We Can - Music Video

(um discurso (08-01-2008) transformado em música)

It was a creed written into the founding documents that declared the destiny of a nation.

Yes, we can.

It was whispered by slaves and abolitionists as they blazed a trail toward freedom.

Yes, we can.

Yes, we can.

It was sung by immigrants as they struck out from distant shores and pioneers who pushed westward against an unforgiving wilderness.

Yes, we can.

It was the call of workers who organized; women who reached for the ballot; a President who chose the moon as our new frontier; and a King who took us to the mountaintop and pointed the way to the Promised Land.

Yes, we can to justice and equality.

(Yes, we can)

Yes, we can.

Yes, we can to opportunity and prosperity.

Yes, we can to opportunity and prosperity.

Yes, we can heal this nation.

Yes, we can repair this world.

Yes, we can.

We know the battle ahead will be long, but always remember that no matter what obstacles stand in our way, nothing can withstand the way of power of millions of voices calling for change.

(We want change)

We have been told we cannot do this by a chorus of cynics who will only grow louder and more. We’ve been asked to pause for a reality check. We’ve been warned against offering the people of this nation false hope.

But in the unlikely story that is America, there has never been anything false about hope.

(We want change)

The hopes of the little girl who goes to a crumbling school in Dillon are the same as the dreams of the boy who learns on the streets of LA; we will remember that there is something happening in America; that we are not as divided as our politics suggests; that we are one people; we are one nation; and together, we will begin the next great chapter in America’s story with three words that will ring from coast to coast; from sea to shining sea:

Yes

We

Can

Yes, we can.

 



publicado por mafalda às 13:47 | link do post | comentar | ver comentários (10)

Quinta-feira, 6 de Novembro de 2008

Não há uma única estrela no céu imenso que se entende sobre mim. Já não sei por onde te procurar... Ao longe as luzes brilham e eu, num luto cerrado, quero fechar os olhos para também fazer parte desta escuridão. Onde foi que te perdi? Onde foi que me deixaste? Não sou mais uma criatura assustada, uma miúda arrasada, que amaldiçoa o som do silêncio mas... Sinto um vazio tão grande! Não há um único foco de luz neste quarto e eu, em luto cerrado, estou mais perto da morte do que alguma vez antes estivera. Não espero por ti como esperava numa eterna e lenta perda de tempo mas... Tenho tantas saudades tuas!

 

Embora tendo a consciência de que, por vezes, as decisões mais difíceis sejam as melhores que se tomam, a dor nunca desaparecerá.

 

Big Girls Don't Cry - Fergie

The smell of your skin lingers on me now
You're probably on your flight back to your hometown
I need some shelter of my own protection baby
Be with myself in center, clarity
Peace, Serenity

I hope you know, I hope you know
That this has nothing to do with you
It's personal, myself and I
We got some straightening out to do
And I'm gonna miss you like a child misses their blanket
But I've gotta get a move on with my life
It's time to be a big girl now
And big girls don't cry
Don't cry,
Don't cry,
Don't cry

The path that I'm walking, I must go alone
I must take the baby steps til I'm full grown,full grown
Fairy tales don't always have a happy ending do they
And I forseek the dark ahead if I stay

I hope you know, I hope you know
That this has nothing to do with you
It's personal, myself and I
We got some straightening out to do
And I'm gonna miss you like a child misses their blanket
But I've gotta get a move on with my life
It's time to be a big girl now
And big girls don't cry

Like a little school mate in the school yard
We'll play jacks and uno cards
I'll be your best friend and you'll be mine
Valentine
Yes you can hold my hand if you want to
'cause I wanna hold yours too
We'll be playmates and lovers and share our secret worlds
But it's time for me to go home
It's getting late, dark outside
I need to be with myself in center, clarity
Peace, Serenity

I hope you know, I hope you know
That this has nothing to do with you
It's personal, myself and I
We got some straightening out to do
And I'm gonna miss you like a child misses their blanket
But I've gotta get a move on with my life
It's time to be a big girl now
And big girls don't cry
Don't cry,
Don't cry,
Don't cry
 


música big girls dont't cry - fergie

publicado por mafalda às 13:41 | link do post | comentar | ver comentários (64)

mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

ao rapaz com olhos cor de...

saudades

revolta.............

o amor

isto da angelina jolie...

repete lá isso, faxa vor!...

vamos ao circo...

não há quem (n)os entenda

hoje é assim....

e já passou um ano...

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
blogs SAPO
subscrever feeds