Quarta-feira, 30 de Abril de 2008

A minha amiga Pérola passou-me um desafio que consiste em descrever uma memória em seis palavras.

A minha memória é:

 

Happy People Have No Stories (Therapy?)

 

Esta frase faz parte de o refrão da música "Stories" da banda "Therapy?".

Uma vez escrevi uma carta para "ele" onde contava o meu lado negro, as minhas assombrações, os meus receios... Enfim... Aqueles medos que todos nós temos.

No final da primeira parte (tem sempre de haver uma primeira parte) escrevi esta frase como que introdução para o que se seguia e, além disso, repito-a para mim mesma imensas vezes na tentativa, quem sabe, de aliviar.

"Happy people have no stories" é quase a minha filosofia.

 

Não sei quem já fez o desafio mas vou passá-lo a:

 

coisasdecoracao

Páginas Vivas

sopa de poemas

C911eUtopias

DivaeGugas

lagrima tua


tags:

publicado por mafalda às 08:53 | link do post | comentar

12 comentários:
De Pérola a 30 de Abril de 2008 às 12:12
Gostei... mas não concordo... é que as pessoas felizes podem perfeitamente ter histórias felizes, ou não? Se calhar, não é esta a tua interpretação...
Beijinhos (mas gostei!)


De mafalda a 30 de Abril de 2008 às 13:31
olá.
concordo contigo, as pessoas felizes podem ter (e devem ter) histórias mas esta frase funcionou como "palavra-chave" ao meu submundo.
como escrevi no post, contei os meus medos, também os meus sonhos... abri-me, percebes?
eu bem sei que não é tão bonita como a tua frase (ou das pessoas que já tive oportunidade de ler as respostas ao desafio) mas, se tirarmos o significado das palavras, pertence a um momento bonito.
beijinhos.


De Pérola a 30 de Abril de 2008 às 15:23
Quem disse que não era bonita? O que importa é o que ela nos faz lembrar, e o sorriso que provoca (se bem que tb há as memórias que provocam lágrimas, mas este não é caso)... É como dizes, pertence a um momento bonito e é aí que reside a beleza...
Beijinhos


De mafalda a 1 de Maio de 2008 às 10:13
sim, o que importa é o que ela nos faz lembrar.
às vezes, acontecem coisas que, à primeira vista, parecem más mas depois, no percorrer do caminho, essas mesmas coisas levam-nos a bons momentos.
esta frase é mais ou menos isso... não é feliz (a própria da música não é feliz) mas faz parte de um momento que acabou por se tornar em felicidade.
ainda bem que percebeste, acho que me deveria ter explicado um pouco melhor no post.
beijinhos.


De Subjectividades a 30 de Abril de 2008 às 13:34
Oi minha querida já tinha sido desafiada mas obrigada na mesma.
Já respondi e já li a tua memória.
Mas desta vez Jianna não concordo contigo.
As memórias não se fazem só de lados negros!!
Pessoas felizes...o que são pessoas felizes não sei muito bem, eu sou composta de momentos felizes que tive e tenho e momentos infelizes que tive e concerteza vou continuar a ter! com as memórias passa-se exactamente o mesmo. Aliás podem mesmo ser compostas dois dois factores. As seis palavras que eu postei por exemplo representam uma memória feliz que hoje em dia dói.
desculpa amiga isto não é nenhum sermão só o meu ponto de vista!
Be Happy
Bj


De mafalda a 30 de Abril de 2008 às 14:08
olá.
penso que compreenderam mal (ou então eu não expliquei bem).
estas palavras não são, no seu contexto geral, verdadeiras. claro que as pessoas felizes também têm histórias, mas estas seis palavras fazem parte de um momento que eu pensei nunca passar.
foi um momento de confiança, de desabafo... um momento de contar medos e sonhos, tremores interiores e planos.
as palavras podem não ter um significado bonito mas fazem parte daquele momento que não esqueço.
depois disso, começaram a fazer parte de mim... quando me acontece alguma coisa eu digo happy people have no stories e tento retirar alguma coisa dessa situação... é tipo um processo de aprendizagem.
não sei se deu para perceberes (acho que meti os pés pelas mãos).
beijinhos, querida amiga.

ps. ah! podes sempre deixar o teu sermão, quer dizer, o teu ponto de vista


De sandra a 30 de Abril de 2008 às 17:26
ola
Obrigado pelo desafio. Li os outros comentarios e tambem concordo com eles. A frase tem a tua imterpretaçao e para quem nao a viveu nao consegue interpretá la como tu. O que importa é que é importante para ti e o que ela significa.

beijinhos


De mafalda a 1 de Maio de 2008 às 10:17
olá.
a culpa é minha, expliquei-me mal...
ainda bem que percebeste.
é mesmo assim: as palavras são um pouco sombrias mas pertencem a um lindo momento.
beijinhos.


De c911eutopias a 2 de Maio de 2008 às 02:37
Está aceite. bj


De mafalda a 2 de Maio de 2008 às 10:30
beijos.


De divaegugas a 5 de Maio de 2008 às 12:05
como sabes estou em balanço mas estou tentada a ir ao meu cantinho fazer este desafio....


De mafalda a 5 de Maio de 2008 às 13:35
olá, querida amiga.
sim, eu sei que estás em balanço mas era bom que publicasses alguma coisinha (nem que seja a tua resposta a este desafio)... temos saudades tuas.
beijinhos.


Comentar post

mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

ao rapaz com olhos cor de...

saudades

revolta.............

o amor

isto da angelina jolie...

repete lá isso, faxa vor!...

vamos ao circo...

não há quem (n)os entenda

hoje é assim....

e já passou um ano...

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
blogs SAPO
subscrever feeds