Sexta-feira, 27 de Junho de 2008

Apesar de não sermos as melhores amigas do mundo, apesar de não partilharmos muitos "segredos", achei por bem escrever este pequeno texto para ti pois, mais do que nunca, mereces.

 

Se reparares, nós não sabemos muito uma da outra e, no entanto, sabemos tudo e mais alguma coisa. São (quase) 24 anos de convivência...

Parece que foi ontem...

Lembras-te quando estavas em minha casa, ou eu na tua, e, depois de irmos embora, tu ias para a "placa", eu ia para o terraço e levávamos os nossos telefones de brincar? Ficávamos ali a "falar"... Tu lá em cima, eu cá em baixo; e inventávamos conversas como se estivessemos a ouvir o que a outra dizia.

Passaram uns quinze anos (ou mais) sobre isso!

Não somos aquilo que se chama de melhores amigas mas é contigo que tenho aqueles momentos que ninguém conhece... É contigo que posso falar de certas e determinadas coisas e mais ninguém entenderia.

Se eu te disser: "Il Messagero Non Est Important". Se eu te falar na correria que fizemos na festa à procura das maçãs. Se eu falar em "Aparição" e "Anjos e Demónios"...

São coisas nossas e eu gosto de ter isso.

Ou, mais recentemente, aqueles que estavam à nossa frente e, entre uma música e outra, gritavam "Ela vai casar... Que linda é a noiva!!"

Bem... Estes últimos tinham uma certa assistência mas, de qualquer maneira, são situações que nós passamos e que recordaremos. São os nossos momentos.

Quase que temos o nosso próprio código... Não anda muito longe disso.

Lembras-te das nossas zangas falsas?

Lembras-te da música que fizemos para os bolinhos de limão?

Os bolinhos de limão da tua festa... Passaram 16/18 anos (sem exagerar)...

Eu não vou para onde tu vais nem tu vais para onde eu vou mas eu estou aqui e tu estas ai e isso será eterno.

É engraçado recordar isto tudo no dia do teu 26º aniversário. Um dia que, apesar de ser o do teu aniversário, pode trazer-te más notícias.

Queria poder fazer mais por ti, queria poder dizer-te que tudo está bem... Mas a vida é um pouco estranha e nem sempre tudo acontece como nós queremos. Só tenho uma certeza: deves ficar tranquila; muito raramente acontecem coisas más a pessoas boas.

E são poucas as pessoas como tu.

Não iamos ao supermercado sem a outra, lembras-te?

E aquela espécie de viagem a Santiago de Compostela? Nunca na vida te vi comer tantas batatas fritas como naquele dia!

Temos tanta coisa para contar...

Temos tanta coisa só nossa...

São quase, quase, quase 24 anos juntas.

E é engraçada essa maneira como tu dizes: "Eu fui ao teu baptizado e tu não foste ao meu".

Ou quando falas nas flores azuis...

E as amoras que apanhavamos?

Um dia escreveste uma carta a uma certa pessoa que estava a passar férias na casa aqui do lado... Pegaste numa revista, lembras-te? Retiraste frases e mais frases, até que a folha estava preenchida. Tenho essa carta guardada por aqui algures... Um dia destes mostro-ta.

Mas este dia... Este dia já não é como era antes.

27 de Junho... 13 de Julho...

Perderam o interesse... Quase que queremos riscá-los do calendário!

Não te comprei nada, confesso, e espero que também não me compres nada. Aliás, se me quiseres oferecer alguma coisa, não vou aceitar ;) É tempo de quebrar a tradição, não achas? Mas a troca de presente de Natal continua... Gostei muito dos chocolates do ano passado :) 

Ontem recebi um mail que quero partilhar contigo (tem tanto que ver contigo!):

"Se eu pudesse... Oferecia-te um castelo e compartilharia contigo a sua beleza e a sua importância. Se eu pudesse... Oferecia-te uma montanha, que pudesses considerar como tua propriedade; um lugar onde se encontra a calma, um lugar onde se está em paz. Se eu pudesse... Ficava com todos os teus problemas e deitava-os ao mar. Mas tudo isto é impossível para mim: não posso comprar-te um castelo, uma montanha ou ficar com todos os teus problemas. Deixa-me apenas ser o que, sim, posso ser: um AMIGO que estará sempre presente quando precisares"

Gosto muito de ti, Lidinha!

 

PARABÉNS, PRIMINHA!!!

 


tags:

publicado por mafalda às 10:11 | link do post

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

ao rapaz com olhos cor de...

saudades

revolta.............

o amor

isto da angelina jolie...

repete lá isso, faxa vor!...

vamos ao circo...

não há quem (n)os entenda

hoje é assim....

e já passou um ano...

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
blogs SAPO
subscrever feeds