Sábado, 31 de Janeiro de 2009

 

(imagem retirada da "Fábrica de Histórias")

 

Um Retrato De Ti

É quase meio-dia e ainda estão todas estas pessoas à minha frente! Também ninguém me mandou vir às compras a uma hora destas... Mas eu pensava que não andava por aqui ninguém! Até parece o fim do mês... Daqueles meses em que o salário é a dobrar!

Arre! Será que não podem abrir outra caixa? Estão, pelo menos, dez pessoas à minha frente e todas elas têm o carrinho de compras cheio!

Ai! Como é que me fui esquecer? Nem sei se tenho dinheiro suficiente... Cabeça no ar! Se não tiver, estou tramada! Como raio fui perder o cartão de crédito? Deveria ter um suplente! Agora, se não tiver aqui dinheiro, só posso levantar com a caderneta e aquelas máquinas de multibanco que ali estão não dão para fazer levantamentos com a caderneta! Vou passar a vergonha das vergonhas! Até já estou a imaginar:

- Afinal só posso levar o pão, o arroz e o leite porque não tenho aqui dinheiro para mais!

Só a mim é que acontecem coisas destas!

Bem, deixa-me lá puxar pela carteira! Vou fazer contas mentalmente e vou já devolver às prateleiras aquilo que por agora não está a fazer falta.

Não sei para que é que ando com esta mala!!! É tão grande! Não encontro nada aqui dentro! Ah! Finalmente...

Ora bem, moedas de €1 e de €2... Devo ter uns €7 ou €8 aqui.

Notas, notas!

€20 mais €20...

Quase 50€.... Estou tranquila! Tenho dinheiro que chega e sobra!

Tantos papéis! O que é isto? Qualquer dia pego nesta papelada para meter no lixo e vai uma nota junta... Já não era a primeira vez!

Contas do supermercado, recibo da livraria, mais contas do supermercado... Isto é tudo para reciclar!

Aqui estão as fotografias dos meus meninos! São a parte mais valiosa desta carteira, a par dos documentos, pois claro! Que lindos! Aqui estão eles quando eram bebés... Estas aqui são as fotos que estão nos bilhetes de identidade! E aqui atrás está esta foto que eu já nem recordava...

Ninguém diria o que essas rugas escondem! Quem vê esta foto, não imagina como realmente eras!

Pareces tão tranquila... Pareces tão simpática, tão boazinha!

Quem olha para esta foto e vê o teu rosto não imagina o quanto me fizeste sofrer! Ninguém diz que tu serias capaz de provocar o maior dos reboliços no mais perfeito ambiente! De facto, as fotografias enganam muito... Talvez não sejam as fotografias em si, mas sim a posse que fazemos em frente à câmara fotográfica!

Foste má! Sempre foste má! Talvez não seja correcto eu estar aqui, neste momento, a apontar-te defeitos... Mas sempre me causaste problemas e eu nunca soube porquê! Implicaste demasiado por demasiadas vezes, causaste guerras e batalhas! Nunca pudeste ver as tuas próprias filhas a darem-se bem umas com as outras... Vinhas logo com as tuas intrigas, a inferiorizar, a meter em mal!

Nunca te perdoei! E tu sabes!

Agora já não interessa!!!

Talvez por teres sido assim para mim é que eu tento ser o contrário para os meus filhos! Talvez a tua missão tenha sido a de magoar para que eu pudesse dar o melhor do melhor aos meus meninos!

Nunca foste boa mãe! Não sei se não o foste porque não sabias ser melhor ou se simplesmente não querias sê-lo!

Agora já não importa!

Foi por teres sido assim que eu esforço-me por ser, e sei que o sou, o contrário!

Estás esquecida!

E eu vou parar de pensar nisso... Até porque já está a chegar a minha vez!

 

Nota: texto de ficção criado por mim para a "Fábrica de Histórias"

 



publicado por mafalda às 14:10 | link do post | comentar

16 comentários:
De Jo a 1 de Fevereiro de 2009 às 16:13
Woooow mana... uma descriçao totalmente diferente..foste arrojada ;) gostei mm mto... fugiste a regra, foste diferente :) mt bem mm.
beijo grande e xiii


De mafalda a 2 de Fevereiro de 2009 às 22:21
obrigada!
ao princípio estava indecisa mas comecei a escrever e não tive como voltar atrás... era este o resultado que eu queria! uma coisa diferente, uma outra visão!
fico contente por teres gostado.
xiiii e beijoca grande!


De Bichana a 2 de Fevereiro de 2009 às 11:21
Gostei bastante. Saíu-te bem da alma...
Bjnhos, espero que hoje estejas melhor!


De mafalda a 2 de Fevereiro de 2009 às 22:21
está assim tão óbvio? ;)
estou muito melhor, obrigada, és uma querida!
beijocas.


De Bichana a 3 de Fevereiro de 2009 às 10:21
Não está óbvio para a maioria das pessoas... mas para mim, sim.
Bjnhos


De mafalda a 3 de Fevereiro de 2009 às 21:53
pois... o melhor de tudo isto é que eu acredito na última parte: uma situação destas só deve servir para que a pessoa não cometa os mesmos erros (assim o espero)...
beijinhos.


De Bichana a 4 de Fevereiro de 2009 às 10:37
Nem mais! Penso igual...
Bjnhos


De mafalda a 4 de Fevereiro de 2009 às 13:39
valha-nos isso!
beijocas.


De Sorriso ツ a 2 de Fevereiro de 2009 às 12:07
Olá :)
Aqui está um texto diferente do que escreves habitualmente, mas gostei muito do resultado. ;)

Beijocas



De mafalda a 2 de Fevereiro de 2009 às 22:22
olá!
nem sempre a vida é cor-de-rosa, certo? ;)
fico feliz por saber que gostaste!
beijocas, giraça.


De M.Luísa Adães a 2 de Fevereiro de 2009 às 19:44
mafalda

Não, não está esquecida ... Está a ser recordada, neste instante por si que escreveu sobre ela e por mim que escrevo para si, através dela.... Neste momento, é um ponto de contacto!

Pode ser tudo ... Mas não foi esquecida! Isso não foi!
eu tenho a certeza!

Maria Luísa


De mafalda a 2 de Fevereiro de 2009 às 22:23
olá, Maria Luísa.
esta história é fictícia...
tenho um miminho para si dois posts à frente :)
beijinhos.


De M.Luísa Adães a 3 de Fevereiro de 2009 às 04:43
Mafalda

Muitas vezes na ficção que escrevemos vai toda a nossa Alma! Mas não temos consciência disso!
Vou procurar o miminho,

Beijos,

Mª. Luísa


De mafalda a 3 de Fevereiro de 2009 às 09:22
nisso, tem razão!
beijinhos.


De M.Luísa Adães a 3 de Fevereiro de 2009 às 04:49
Mafalda

Não encontrei o meu nome no miminho; não posso levar!

Fica para uma próxima!

Beijos,

Mª. Luísa


De mafalda a 3 de Fevereiro de 2009 às 09:23
está, sim ;)
é neste post:
http://jianna.blogs.sapo.pt/86655.html
beijinhos.


Comentar post

mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

ao rapaz com olhos cor de...

saudades

revolta.............

o amor

isto da angelina jolie...

repete lá isso, faxa vor!...

vamos ao circo...

não há quem (n)os entenda

hoje é assim....

e já passou um ano...

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
blogs SAPO
subscrever feeds