Sábado, 01.06.13

 

estou a olhar para ti mas tu nem sabes porque estás de costas, vidrado no teu portátil e nesse jogo de tiros que por vezes me incomoda quando quero ouvir o que vai dando na tv.

às vezes, muitas vezes, quase chego a sentir ódio de ti... por inúmeras razões... algumas que conheces, outras que não queres conhecer.

a nossa história já dava para encher muitas folhas; um amor que nunca foi fácil.

na verdade, já passamos por muita coisa... tanta coisa!!!! mas continuamos juntos,

isso quer dizer alguma coisa, não?!

mal tu sabes que estou a pensar naquele dia em que me deste a maior prova do teu amor e eu, ao ver o dvd, chorei com o que escreveste e com a música que tão bem escolheste... nunca foste de mostrar isso do amor... mas surpreendeste-me! e eu, que me julgava indigna de ser amada, aterrei no chão, saí do meu mundinho, acordei das minhas fantasias e dei conta que o amor pode ser para todos... até para mim.

sim, já passamos por muita coisa... tanta coisa!!! mas estamos aqui, juntos!

discussões...

beijos e abraços...

discussões...

beijos e abraços...

mais discussões.

agora estou aqui, deitada na cama, a olhar para ti, e tu de costas a jogar esse jogo maldito de tiros e zombies, e lá fora já se ouve a música da festa dos santos populares, e eu, deitada na cama, com o portátil pousado nas pernas, a fazer mil e uma coisas nesta coisa que é a internet, e tu... sem saberes que estou a olhar para ti enquanto penso em todas as dúvidas que constituem o amor, continuas a jogar e vais dizendo "daqui a pouco vou tomar banho", e eu estou cansada e com sono e com vontade de me esconder de tudo e de todos... sim, de ti também.

isto do amor não é fácil, não é um filme, não é uma música, não é um conto... é uma vida... quer dizer, são duas vidas que formam uma.

é a nossa vida

o nosso caminho

o nosso projecto

pelo menos, por agora...

 

 

I know you've suffered
But I don't want you to hide
It's cold and loveless
I won't let you be denied

Soothing
I'll make you feel pure
Trust me
You can be sure

I want to reconcile the violence in your heart
I want to recognise your beauty is not just a mask
I want to exorcise the demons from your past
I want to satisfy the undisclosed desires in your
heart

You trick your lovers that you're wicked and divine
You may be a sinner
But your innocence is mine

Please me
Show me how it's done
Tease me
You are the one

I want to reconcile the violence in your heart
I want to recognise your beauty is not just a mask
I want to exorcise the demons from your past
I want to satisfy the undisclosed desires in your
heart

Please me
Show me how it's done
Trust me
You are the one

I want to reconcile the violence in your heart
I want to recognise your beauty is not just a mask
I want to exorcise the demons from your past
I want to satisfy the undisclosed desires in your
heart



música muse - undisclosed desires

publicado por mafalda às 22:50 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 15.11.10

Para quem não escreve cá há demasiado tempo, nem sei bem o que contar.

A vida dá voltas... Sim, é verdade!

E por vezes criamos uma certa distância a que gosto de chamar de "deixa andar".

Foi assim que aconteceu...

Deixei andar!

Sem dar por nada, o tempo passou... As ideias fundiram-se na montanha-russa que é viver... A noite passou a dia e o dia passou a noite... O verão deixou de ser verão e deu lugar à chuva.

Eh pá!

Passou mesmo muito tempo.

Já nem sei funcionar bem com isto dos blogs.

Está tudo diferente!

E as pessoas? Serão as mesmas?

Talvez!

Mas uma coisa eu sei: continuam todas no meu coração e no pensamento.

E agora?

Sem querer dar certezas, acho que estou de volta.

 

Por vezes, o fundo do poço tem uma passagem secreta...

Que só a encontra quem vê com o coração



publicado por mafalda às 21:22 | link do post | comentar | ver comentários (4)

Sexta-feira, 12.02.10

A minha vontade foi contigo para sítios onde eu não sei procurar.

O meu coração já não está aqui, um sítio que não queres encontrar.

A minha alma está desfeita em bocados, a morrer.

E eu sonho, não choro, eu penso em ti até adormecer.

 

 

Alice (Underground) - Avril Lavigne

Creeping out
Spinning around
I'm underground
I fall down
Yeah I fall down

I'm freaking out
Where am I now?
Upside down
And I can't stop it now
It can't stop me now

I'll get by
I'll survive
When the world's crashing down
When I finally hit the ground
I won't turn myself around
Don't you try to stop me
I won't cry

I found myself in wonderland
Get back on my feet again
Is this real? Is this pretend?
I'll take a stand until the end


I'll get by
I'll survive
When the world's crashing down
When I finally hit the ground
I won't turn myself around
Don't you try to stop me
I won't cry


música alice (underground) - avril lavigne

publicado por mafalda às 13:22 | link do post | comentar | ver comentários (10)

Quinta-feira, 28.01.10

Cada palavra tua rasga mais um pouco o meu coração e todo este silêncio teu faz-me mergulhar num desespero onde nem respirar eu sei.

Não sei viver contigo e não posso viver sem ti.

Tu sabes que me fazes sofrer, sabes que eu gosto de ti, mas pareces não te importares com o que te é exterior e deixas-me assim, sem saber para que lado me virar.

Não acredito que não tenha tocado no teu coração nem um bocadinho.

Não acredito que tenhas fingido…

Os toques, as palavras, os gestos.

Tenho saudades dos teus lábios, dos teus beijos, dos teus dedos perfeitos, da tua voz, do teu cheiro e, acima de tudo, do teu riso endiabrado.

Tenho saudades de quase adormecermos abraçados e, imagina, até saudades tenho das tretas que sempre contavas.

Mas tu és como a água que do rio corre para o mar, segues o teu caminho sem olhar para a destruição que deixas ficar.

E eu sou fraca!

Muito fraca!

Não sei como te largar.

 

Ela: Eu gosto tanto de ti!

Ele: Eu também gosto de ti! Tens medo que eu fuja? Eu não fujo... Muito pelo contrário!

 



publicado por mafalda às 22:18 | link do post | comentar | ver comentários (10)

Quarta-feira, 18.11.09

Gosto quando me chamas "princesa"; isso faz-me sentir parte do teu mundo privado, escondido, no reino encantado, relatado num conto de fadas de onde, certamente, saíste.

Eu não sei se já te disse que gosto quando caminhamos de mãos dadas; isso faz-me sentir turista na minha própria cidade e deixo-me ser guiada por caminhos que agora me parecem moldados aos nossos pés.

Eu não sei se já te disse que gosto de ouvir-te falar; isso faz-me sentir bailarina das tuas palavras, instrumento de orquestra onde tu és o maestro, música entre pausas para respirar.

Eu não sei se já te disse que gosto quando me abraças; isso faz-me sentir viva e protegida dos meus medos, longe das sombras que invento, imune à névoa que, perante a minha passividade, foi crescendo no meu coração.

Eu não sei se já te disse que...

Tenho muito para te dizer e isso faz-me ficar calada para que amanhã possa continuar a falar.

 

(aconselho vivamente esta música)

Come Back To Me - Akon

Going crazy my heart is breaking
I can't sleep at all
Trying to get through this
Don't know how I'll do this
I know that I only got my self to blame (only got
myself to blame)
But that doesn't help to ease the pain (doesn`t help to ease the pain)
I'll just die if I can't see your face

Until you come back
I can't breath
Until you come back
I got no reason
Got my heart, my heart down on its knees
I still need you beside me

Now it's morning
You're still gone and
I still reach for you (still reach for you)
Don't know how to
Live without you
I will, I can take back all the hurt I've caused
(take back all the hurt I've caused)
If I could give back all the love I lost
(give back all the love I lost)
The price I pay is just too high of a cost

Until you come back
I can't breath
Until you come back
I got no reason
Got my heart, my heart down on it's knees
I still need you beside me

Please forgive me (forgive me)
If we had one more chance in your life (one more
chance in your life)
Till you're with me
I'll be half a life until you come back (back back)

I can't breath
Until you come back
I got no reason
Got my heart, my heart down on it's knees
Cause I need you beside me

Until you come back
I can't breath
Until you come back
I got no reason
Got my heart, my heart down on it's knees
I still need you beside beside beside beside me


música come back to me - akon

publicado por mafalda às 14:14 | link do post | comentar | ver comentários (25)

Quinta-feira, 12.11.09

"Virei-lhe as costas amuada. Se quisesse ir embora que fosse. Eu não o tinha chamado lá. Que mania, a de informar-me dos infortúnios dele. Eu já tinha os meus.

Mas a sua pele não era fria nem irregular, nem a sua respiração me magoara ou me afectara a garganta, nem tão pouco me queimara os dedos.

Era suave como seda. E o bafo calmo, coordenado e morno como o meu. Nunca estivera tão próximo, sem haver conflito entre nós. Senti-lhe o perfume.

O que é que se passava comigo? Ele era um anjo negro... Mas eu começaca a vê-lo de outro modo. Afastei a ideia. De certa forma, enternecia-me a forma como ele me punha a par da sua trágica vida. O meu coração estava desnorteado."

 

Andreia, "Ascenção E Queda", Maria Fátima Soares

 

 

Vou falar-te de amor, embora me seja difícil descrevê-lo pois, julgo, apenas o sei sentir. Como posso explicar a aceleração que provocas nas batidas do meu coração? Como posso medir a velocidade com que o meu pensamento viaja assim que os meus olhos te vêem? Creio que não posso... Ambos! Tudo o que posso é tentar encontrar meia dúzia de palavras que pareçam adequadas mas nada posso prometer pois palavras só não chegam para ilustrar a tela da minha vida que tão bem sabes pintar. Gosto de ouvir a tua voz, mesmo quando é em sonhos ou em pensamentos secretos, a tua voz será sempre a luz que eu espero ouvir no fundo da escuridão. E se me dizes "bem-vinda", eu não quero saber onde estou, basta-me saber que queres que eu esteja.



publicado por mafalda às 12:23 | link do post | comentar | ver comentários (14)

Segunda-feira, 14.09.09

"Se  calhar, as estrelas só estão iluminadas para que, um dia, cada um de nós possa encontrar a sua"

 

"O Principezinho", Antoine de Saint-Exupéry

 

Por vezes penso que foste gerado pela minha imaginação.

É engraçada a maneira como te distingues do resto das pessoas, como és tão diferente e comum ao mesmo tempo. Podes ser um príncipe por entre a multidão sem que ninguém dê por ti, talvez um ou outro habitante do teu reino (como eu) te reconheça mas logo, logo põe de parte a ideia de seres tu, o príncipe, que está ali, junto dos de mais, pois o teu jeito faz com que a tua grandiosidade fique camuflada e apenas pequenos gestos (como o teu sorriso) são capazes de te denunciar mas aí já ninguém vai na cantiga de seres o príncipe e eu continuo a olhar para ti de longe, e a sorrir por dentro, porque eu sei que és tu e eu estou certa, eu conheço-te... Seria capaz de conhecer-te a milhas de distância.

E assim penso que és fruto da minha imaginação ou, então, criatura angelical.

Existes?

O meu coração diz "sim"!

 

 

"Retinha a respiração para que esse momento demorasse o máximo de tempo possível, porque um sonho que sonhamos acordados é sempre mais fugaz do que os que sonhamos a dormir"

 

"Quem Quer Ser Bilionário?"; Vikas Swarup

 

Fall Again - Michael Jackson

Feels like a fire that burns in my heart
Every single moment that we spend apart
I need you around for every day to start
I haven't left you alone
There's something about you, I stare in your eyes
And everything I'm looking for I seem to find
All this time away is killing me inside
I need your love in my life

I wanna spend time till it ends
I wanna fall with you again
Like we did when we first met
I wanna fall with you again

We fought in a battle, nobody won
And left ourselves a mountain to be overcome
You can't run away, the past is said and done
I need us to carry on

I wanna spend time till it ends
I wanna fall with you again
Like we did when we first met
I wanna fall with you again

You'll try everything you never thought of before
When you live, when you love, and you give them your all
You can always give up some more
Nothing means anything unless you're here with me
I can breathe, I can bleed, I can die in my sleep
Cause you're always there in my dreams

I wanna spend time till it ends
I wanna fall with you again
Like we did when we first met
I wanna fall with you again

I wanna spend time till it ends
I wanna fall with you again
Like we did when we first met
I wanna fall with you again


música fall again - michael jackson

publicado por mafalda às 14:22 | link do post | comentar | ver comentários (18)

Quinta-feira, 13.08.09

http://imagem.vilamulher.terra.com.br/interacao/thumb/1034582/amor-maduro-1034582-250-thumb-570.gif

(imagem retirada da internet)

 

O que será o amor?

Amor foi o que senti quando te vi e agora sei que não tenho amor por ti, tenho uma qualquer coisa que me faz sentir importante e única no mundo. Mesmo que para ti eu seja apenas mais uma pessoa, o simples facto de me conheceres, de deixares que eu faça parte da tua história, torna-me especial. Eu sou melhor, eu existo, porque tu és o melhor, porque tu existes, porque tu permites que eu olhe para ti olhando, assim, para mim.

Eu não te amo!

Eu qualquercoisa-te!

Amor foi o que senti quando te conheci e isso é pouco comparando ao que agora trago no coração.

 

Halo - Beyoncé

Remember those walls I built
Well baby they're tumbling down
And they didn't even put up a fight
They didn't even make a sound
I found a way to let you in
But I never really had a doubt
Standing in the light of your halo
I got my angel now

It's like I've been awakened
Every rule I had you breaking
It's the risk that I'm taking
I ain't never gonna shut you out

Everywhere I'm looking now
I'm surrounded by your embrace
Baby I can see your halo
You know you're my saving grace
You're everything I need and more
It's written all over your face
Baby I can feel your halo
Prey it won't fade away

I can feel your halo, halo, halo
Can see your halo, halo, halo
Can feel your halo, halo, halo
Can see your halo, halo, halo

Hit me like a ray of sun
Burning through my darkest night
You're the only one that I want
Think I'm addicted to your light
I swore I'd never fall again
But this don't even feel like falling
Gravity can't forget
To pull me back to the ground again

Feels like I've been awakened
Every rule I had you breaking
It's the risk that I'm taking
I'm never gonna shut you out

Everywhere I'm looking now
I'm surrounded by your embrace
Baby I can see your halo
You know you're my saving grace
You're everything I need and more
It's written all over your face
Baby I can feel your halo
Prey it won't fade away

I can feel your halo, halo, halo
Can see your halo, halo, halo
Can feel your halo, halo, halo
Can see your halo, halo, halo
Can feel your halo, halo, halo
Can see your halo, halo, halo
Can feel your halo, halo, halo
Can see your halo, halo, halo
Halo, halo

Everywhere I'm looking now
I'm surrounded by your embrace
Baby I can see your halo
You know you're my saving grace
You're everything I need and more
It's written all over your face
Baby I can feel your halo
Prey it won't fade away

I can feel your halo, halo, halo
Can see your halo, halo, halo
Can feel your halo, halo, halo
Can see your halo, halo, halo
Can feel your halo, halo, halo
Can see your halo, halo, halo
Can feel your halo, halo, halo
Can see your halo, halo, halo


música halo - beyoncé

publicado por mafalda às 13:53 | link do post | comentar | ver comentários (18)

Quinta-feira, 09.07.09

So long ago, the days when we first met,
Two years have passed, so much has changed around us
In my life, you are a ray of light
Tonight if I should die hold my heart within your eyes
I still recall your face from so long ago
Two voices spoke of hope from a distant place
And still this day your eyes flow like the sea
When you are lost I will be there waiting for you

"If Tonight", Bella Morte

 

Eu sei porque sinto...

Mas já não sei o que sinto!

As palavras não querem sair...

Não há nada a desabafar!

 

Completas-me!

És a metade que perdi no tempo.

Que mais a dizer?

Juro que não sei!

 

Sei que olhei para ti

E algo dentro de mim explodiu...

Eu não sei se é amor

Mas dor já não é mais!

 

Fui eu que te encontrei?

Ou tu vieste ao meu encontro?

Não sei se foi o destino

Mas sei que não te deixo ir!

 

Completas-me!

És o recheio doce do meu coração.

És as lágrimas de alegria...

És a calma que me embala.

 

Completas-me!

Como o sol preenche o céu...

Como as estrelas enfeitam o luar.

Como a vida abraça a alma.

 


música if tonight - bella morte

publicado por mafalda às 09:27 | link do post | comentar | ver comentários (10)

Segunda-feira, 06.07.09

Mata-me!

Uma e outra vez…

 

Estar nos teus braços é morrer

Olhar-te nos olhos é morrer

Então mata-me!

 

Não penses duas vezes…

 

Quando falas para mim eu morro

Quando tocas a minha pele eu morro

Portanto, mata-me!

Sem ressentimentos…

Mata-me todos os dias!

 

Mata-me sempre que puderes!

Mata-me quando menos eu o esperar!

Mata-me quando eu te pedir!

 

Mata-me…

De consciência tranquila

Porque sempre que morro, aprendo

Porque sempre que morro, dou mais um passo

Sempre que morro, renasço

 

Portanto, mata-me

E deixa-me renascer

Lentamente

Do teu corpo

 

Mata-me!

Uma e outra vez…

Sem pensares duas vezes…

Sem ressentimentos…

Mata-me!

De consciência tranquila

 

Porque eu quero

Porque to peço

Porque preciso

 

Deixa-me morrer

E dá-me tempo para renascer

Lentamente

Vou saindo do teu corpo

 

Abraçares-me é morrer

Beijar-te é morrer

Então, por favor, mata-me!

 

Killing Me Softly - Fugges

(versão original: Roberta Flag)

Strumming my pain with his fingers
Singing my life with his words
Killing me softly with his song
Killing me softly with his song
Telling my whole life with his words
Killing me softly with his song

I heard he sang a good song
I heard he had a style
And so I came to see him
To listen for a while
And there he was this young boy
A stranger to my eyes

Strumming my pain with his fingers
Singing my life with his words
Killing me softly with his song
Killing me softly with his song
Telling my whole life with his words
Killing me softly with his song

I felt all flushed with fever
Embarrassed by the crowd
I felt he found my letters
And read each one out loud
I prayed that he would finish
But he just kept right on

Strumming my pain with his fingers
Singing my life with his words
Killing me softly with his song
Killing me softly with his song
Telling my whole life with his words
Killing me softly with his song

I heard he sang a good song
I heard he had a style
And so I came to see him
To listen for a while
And there he was this young boy
A stranger to my eyes

Strumming my pain with his fingers
Singing my life with his words
Killing me softly with his song
Killing me softly with his song
Telling my whole life with his words
Killing me softly with his song

I felt all flushed with fever
Embarrassed by the crowd
I felt he found my letters
And read each one out loud
I prayed that he would finish
But he just kept right on

Strumming my pain with his fingers
Singing my life with his words
Killing me softly with his song
Killing me softly with his song
Telling my whole life with his words
Killing me softly with his song


música killing me softly - fugees

publicado por mafalda às 09:45 | link do post | comentar | ver comentários (8)

mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

o amor

e agora?

no país das (não) maravil...

promessas

eu não sei se já te disse...

falando de amor

o meu principezinho

eu qualquercoisa-te

...

mata-me

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
visitas
free hit counter
blogs SAPO
subscrever feeds