Domingo, 05.04.09

"Apaga-me os olhos: inda consigo ver-te,

Tranca-me os ouvidos: inda posso ouvir-te,

E sem pés posso ainda ir para ti,

E sem boca posso ainda invocar-te.

Quebra-me os braços, e posso apertar-te

Com o coração como com a mão,

Tapa-me o coração, e o cérebro baterá,

E se me deitares fogo ao cérebro

Hei-de continuar a trazer-te no sangue"

 

Rainer Maria Rilke

 

Dá-me Sede - Pedro Khima

Dá-me sede
Dá-me voz
Dá-me algo que te prenda

Traz-me sono
Traz-te a ti
Traz-me algo, estou sem tempo

E quando estou contigo és quem me faz parar de respirar
E quando estás comigo és tudo o que há em mim
Quero-te assim
Quero-te só pra mim
Quero-te só pra mim

Faz-me fraco
Faz-me rir
Faz algo mais que fugir

Traz-me medo
Traz-te a ti
Traz-me algo, estou sem tempo

E quando estou contigo és quem me faz parar de respirar
E quando estás comigo és tudo o que há em mim
Quero-te assim
Quero-te só pra mim
Quero-te só pra mim

E quando estou contigo és quem me faz parar de respirar
E quando estás comigo és tudo o que há em mim
Quero-te assim
Quero-te só pra mim
Quero-te só pra mim

Quero-te só pra mim...


música dá-me sede - pedro khima

publicado por mafalda às 21:45 | link do post | comentar | ver comentários (26)

Segunda-feira, 17.11.08

(imagem retirada da internet)

 

Não me é permitido, nem sequer é opção... Esquecer-te. Aquilo a que chamo de Universo encarrega-se de fazer de ti meu caminho e eis que estás em tudo para onde olho. Talvez sejas mártir do meu coração e nada passe por ser tua decisão mas, ora ter-te e ora não ter-te, é pena pesada. Se não penso em ti, sonho contigo; se sonho contigo, passo o dia a pensar em ti. Tenho andado às voltas  num círculo imaginário em que tu és o centro. Não me é permitido, nem tão pouco é opção, esquecer-te. És universal na minha vida e o objectivo será ter-te sempre  comigo mesmo se nego, e volto a negar, a  tua presença. É a tua mão que me embala, é a tua voz que me acalma, são os teus braços que quero que me acolham.

 

 

Esfera - Pedro Khima

 

Por sinal
Essa esfera que me tentava sem me olhar
Nada mais era do que um som que me levava a tentar
Fugir de ti
Sair de ti

Uma vez mais
Sem saber porque
Desisti para te dizer
Não dá mais, quero mais
Senão for assim
Esconde esse sorriso que me faz querer matar por mais
Mais, mais, quero mais, mais, mais
Por isso esconde esse sorriso que me faz querer matar por mais

Só assim dá para mim conseguir que não doa mais
Que me deixes ir
Que me libertes de ti
Que não me faças sentir
E eu não quero cair
Não me posso entregar
Sem que percebas que não podes julgar
E eu quero tentar poder acreditar
Que o aperto cá dentro um dia vai acabar
O monstro em mim não irá secumbir
Não desfalece por não conseguir
Que olhes para mim, que me faças existir
Por isso esconde esse sorriso que me faz querer matar por mais

 


música esfera - pedro khima

publicado por mafalda às 13:42 | link do post | comentar | ver comentários (8)

mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

dá-me sede

mártir do meu coração

arquivos

Julho 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2015

Junho 2013

Maio 2013

Dezembro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

tags

"se"

2009

21 gramas

3 doors down

30 rock

30 seconds to mars

a arte de comer oreo's

a família addams

a importância de ter um blog

a walk to remember

adam gontier

adam lambert

adele

aerosmith

akon

alesha dixon

alison moyet

amanhecer

apocalyptica

ascenção e queda

audioslave

avril lavigne

bandas sonoras

barack obama

bella morte

bella swan

beyoncé

birthday

bjork

bombons chineses

chris brown

coisa de miúdos

coldplay

crepúsculo

dancing the dream

de cor e salteado

de mim para vocês

desafios

dido

doce novembro

eclipse

edward cullen

entre a morte e a vida

evanescence

fábrica de histórias

filipa

fingertips

futebol

guano apes

guns n' roses

haja paciência

him

inxs

james morrison

jared leto

joana

katie melua

lamb

lidia

linkin park

livro do desassossego

lua nova

lua nova trailler

maria fátima soares

meu blog na revista brasileira de música

mian mian

michael jackson

muse

música para os meus ouvidos

natal

natalie imbruglia

ne-yo

nelly furtado

nós

o estranho caso de benjamin button

o principezinho

o que aqui revelo é para ficar entre nós

pablo neruda

paulo coelho

pearl jam

pedro khima

pérolas

pink

placebo

que surpresa tão linda

quem quer ser bilionário

rilke

rita redshoes

saint-exupéry

seal

simple plan

stephenie meyer

system of a down

teorias da conspiração

the rasmus

tokio hotel

último post

vikas swarup

whitney houston

within temptation

todas as tags

favoritos

Quero-te

Insónia

É À NOITE

Esfera

Palavras

ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

É

Porque não pára o tempo?

Confiança

Alma

links
visitas
free hit counter
blogs SAPO
subscrever feeds